27.3 C
Manaus
domingo, junho 23, 2024

Roberto Cidade é autor do PL que institui a ‘Carteira de Informação sobre o Paciente Diabético’

A carteira deverá conter detalhes sobre a doença, as medicações utilizadas e recomendações em caso de urgência e emergência

Por

O presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado estadual, Roberto Cidade (União Brasil), propôs Projeto de Lei (PL) nº 371/2022 que institui a “Carteira de Informação do Paciente Diabético”, visando minimizar as implicações da doença aos pacientes por meio da informação.

A carteira deverá conter detalhes sobre a doença, as medicações utilizadas e recomendações em caso de urgência e emergência. Além do meio físico, a carteira deverá conter um QRCode para permitir maior acesso às informações do paciente.

“Esse conteúdo é fundamental para que o paciente com diabetes possa subsidiar outras pessoas com informações suas, em caso de atendimentos de urgência ou emergência. A carteira é um cuidado a mais com o diabético. Infelizmente esse número de pacientes vêm crescendo e sabemos que um atendimento equivocado pode acarretar implicações para a vida do paciente. Com essa carteira, o paciente com diabetes ganha mais um aliado para a sua saúde e para a qualidade de vida”, falou.

Conforme o PL, a Carteira de Informação do Paciente Diabético será fornecida pela Secretaria de Estado da Saúde do Estado do Amazonas (SES-AM) e nela constará o nome completo do paciente, nomes dos pais, número do RG, CPF, indicativo de DM1 (Diabetes Mellitus 1) ou DM2 (diabetes Mellitus 2) e informação em negrito com a frase: Paciente diabético, em caso de emergência informar esta condição ao médico atendente.

O Brasil é o quinto país em incidência de diabetes no mundo, com 16,8 milhões de doentes adultos (20 a 79 anos), perdendo apenas para China, Índia, Estados Unidos e Paquistão. A estimativa da incidência da doença em 2030 chega a 21,5 milhões. Somente no Estado do Amazonas, a doença aflige 5,4% da população, conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

—–

Da Redação com informações da assessoria

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -