27.3 C
Manaus
domingo, junho 23, 2024

Após notícias que circularam afirmando que o PL pediria a anulação de eleições, legenda de Bolsonaro nega

De acordo com informações, que circularam nessa terça-feira, 15/11, havia um relatório preparado pelo PL para pedir a anulação das eleições devido a erros sobre a parte de tecnologia das urnas, que foi negado por meio de nota da legenda

Por

Após notícias que circularam nessa terça-feira, 15/11, sobre uma possível anulação das eleições deste ano, solicitada pelo Partido Liberal (PL), o presidente da legenda, Valdemar Costa Neto, negou, ainda na terça à noite, que iria questionar o resultado das urnas. As eleições foram vencidas pelo petista, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que derrotou o candidato da sigla e atual presidente da República, Jair Bolsonaro (PL).

Um suposto relatório foi divulgado pelo site O Antagonista, que informava que o PL iria pedir a anulação do pleito de 2022. Após a notícia, por meio de nota, a sigla informou que o resultado da fiscalização do partido termina apenas no mês de dezembro e rechaçou a matéria do portal.

“Está em andamento. Ainda não foi divulgada qualquer versão final do relatório, temos estudos em andamento. A versão publicada pelo Antagonista é obsoleta e não está assinada por ninguém”, diz o comunicado.

Ainda sobre o resultado das eleições, nem mesmo Valdemar Costa Neto havia reconhecido a vitória de Lula nas eleições deste ano, pontuando que a legenda não se posicionaria sobre a lisura do pleito até a divulgação do relatório da fiscalização das Forças Armadas ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que já foi entregue e não confirmou fraude no processo eleitoral.

Relatório – Sobre o suposto relatório divulgado pelo O Antagonista, as informações são de que não seria “possível validar os resultados gerados em todas as urnas eletrônicas de modelos 2009, 2010, 2011, 2013 e 2015”. O documento é assinado por Carlos Rocha, presidente do Instituto Voto Legal (IVL); seu vice Márcio Abreu, engenheiro eletrônico, e o membro associado Flávio Gottardo de Oliveira, engenheiro aeronáutico, ambos formados no Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA).

 

Da Redação com informações O Antagonista e Correio Braziliense

Foto: Divulgação

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -