27.3 C
Manaus
quinta-feira, abril 18, 2024

Decisão: O Convergente/Pesquisa vence tentativa de Eduardo Braga em proibir levantamento sobre intenções de votos no Amazonas

Na decisão, o juiz auxiliar Márcio André Lopes Cavalcante, do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM), entendeu que não há indícios de fraudes ou irregularidades, como o candidato alegou em sua representação

Por

O Instituto de Consultoria em Ensino, Pesquisas e Mídias – O Convergente/Pesquisa venceu na Justiça Eleitoral do Amazonas a tentativa do candidato ao Governo do Estado pelo MDB, senador Eduardo Braga, em aparentemente querer silenciar os institutos que realizam levantamentos sobre a intenção de votos do eleitorado Amazonense.

A coligação Em Defesa da Vida, da qual o candidato faz parte, a Federação Brasil da Esperança – Fé Brasil (PT/PCdoB/PV) e os partidos MDB e PSD ingressaram com ação na Justiça contra o instituto, alegando divulgação de pesquisa fraudulenta, o que foi descartado pelo juiz auxiliar Márcio André Lopes Cavalcante, do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM).

Na decisão, o juiz entendeu que não há indícios de fraudes ou irregularidades, como o candidato alegou em sua representação, de três pesquisas registradas pelo instituto. O magistrado descartou a justificativa dos partidos em dizer que a pesquisa continham diversos vícios que comprometiam suas regularidades e pediam, por meio de medida liminar, a suspensão da divulgação da pesquisa.

“Não foi demonstrada qualquer irregularidade ou sequer indício de fraude, inviável o pedido de suspensão da divulgação da pesquisa Ante o exposto, julgo improcedente a impugnação”, disse o juiz em trecho da decisão.

A empresária e representante do instituto O Convergente/Pesquisa, Erica Lima, afirma que essa é uma decisão justa, que suas coletas obedecem aos parâmetros estabelecidos pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e que executa um trabalho com muita clareza e responsabilidade quanto aos dados coletados. “É a vitória da expressão, a vitória do instituto O Convergente/Pesquisa”, enfatizou Erica Lima.

Confira mais detalhes da decisão

 

Da Redação

Fotos: Divulgação / Ilustração: Marcus Reis

Fique ligado em nossas redes

spot_img

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -