26.3 C
Manaus
quarta-feira, abril 24, 2024

Sassá da Construção Civil chama Coronel Menezes de ‘puxa-saco’ de Bolsonaro, em discurso na CMM

Na ocasião, Sassá criticava as gestões de Bolsonaro e do ministro da Economia, Paulo Guedes, que vem prejudicando, segundo ele, os trabalhadores no Brasil inteiro, citando às reformas feitas por Guedes como o da Previdência e a Trabalhista

Por

O vereador de Manaus, Sassá da Construção Civil (PT), chamou o candidato ao Senado pelo Amazonas e apoiador do presidente Jair Bolsonaro (PL), Coronel Menezes (PL), de “puxa-saco” durante seu discurso na manhã desta terça-feira, 2/8, na Câmara Municipal de Manaus (CMM), quando se posicionava a respeito do novo decreto do Governo Federal que prejudica a competitividade Zona Franca de Manaus (ZFM).

Na ocasião, Sassá criticava as gestões de Bolsonaro e do ministro da Economia, Paulo Guedes, que vem prejudicando, segundo ele, os trabalhadores no Brasil inteiro, citando às reformas feitas por Guedes como o da Previdência e a Trabalhista. O parlamentar disse que não sabe como tem gente no Estado que apoia esse tipo de comportamento.

“Como é que um Governo Federal junto com Paulo Guedes, – que todos os ministros dele quando pisava na bola ou estava errado saía -, por que que o Paulo Guedes não sai?”, indagou Sassá que logo deu a resposta: tem um rabo preso muito grande com esse presidente, viu!”, pontuou o vereador.

Ainda dando sequência as suas críticas, Sassá disse que não sabe como tem pessoas aqui em Manaus que apoiam esses comportamentos do presidente, principalmente quando prejudicam o Amazonas.

“Tem aqui que tá tão fanático, tão fanático, que o cara tá errado e o cara diz que está certo. Agora vai dizer isso na porta de fábrica. Eu convidei o Coronel Menezes, semana passada para ir comigo na Moto Honda, ele não teve coragem de ir. Por que ele não vai? Porque ele lá é vaiado, é escorraçado lá dentro! Eu convidei ele para ir na construção civil (canteiros de obras), por que que ele não vai? Porque eu vejo aqui uma turma do governo, não todos, e eu tenho respeito com uns aqui, mas é um puxa-saco de um jeito que ninguém sabe o tamanho”, esbravejou Sassá da tribuna da Casa Legislativa.

 

Por Edilânea Souza

Fotos: Divulgação

Fique ligado em nossas redes

spot_img

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -