25.3 C
Manaus
quarta-feira, maio 29, 2024

Plantonistas: Vereadores Raulzinho e Ivo Neto são escalados para representar a CMM durante o recesso parlamentar

De acordo com a publicação, os vereadores são escalados em cumprimento do Regimento Interno, caso haja necessidade de representar o Parlamento nesse período de recesso, que começou no último dia 16 e vai até 31 de julho

Por

Os vereadores Raulzinho (PSDB) e Ivo Neto (Patriota) foram escalados para atuarem como se fossem “plantonistas”, pelo presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), David Reis (Avante), para representar a Casa durante o recesso parlamentar, que começou no último dia 16 e vai até 31 de julho. A informação foi publicada no Diário Oficial da Casa Legislativa, do último dia 15 de julho, seguindo o que determina o artigo 74, do Regimento Interno.

“Considerando a necessidade de indicar os vereadores que, com os membros da Mesa Diretora, ficam encarregados de representar a Câmara Municipal de Manaus durante o recesso legislativo, em cumprimento ao art. 74, Parágrafo único do Regimento Interno”, diz a publicação.

Além dos dois parlamentares, o documento fala ainda que os representantes da Mesa Diretora também ficam responsáveis de representar a CMM neste período. A Mesa Diretora da CMM é composta, além do presidente David Reis, pelos vereadores Wallace Oliveira (Pros); Diego Afonso (União Brasil); Caio André (PSC); como 1º, 2º e 3º vice-presidentes, respectivamente; Glória Carratte (PL), secretária-geral; Elissandro Bessa (Solidariedade); Eduardo Alfaia (PTN) e João Carlos (Republicanos), como os 1º, 2º e 3º secretários, respectivamente; Jaildo Oliveira (PCdoB) como corregedor; e Amom Mandel (Cidadania), como ouvidor da Casa Legislativa.

Recesso parlamentar – O recesso ocorre entre os meses de julho e agosto, por um prazo de 15 dias, em que não ocorrem as sessões plenárias. Porém, nos últimos dois anos o recesso tem se tornado um tema muito polêmico na Casa Legislativa, inclusive foi alvo de pedido de cancelamento pelo vereador Rodrigo Guedes (Republicanos), em 2021, que não concorda com essa quebra no meio das atividades parlamentares, por conta do período de férias que cada vereador tem, cerca de 45 dias o plenário fica sem trabalhos.

Confira o documento:

Da Redação

Fotos: Divulgação

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -