27.3 C
Manaus
quinta-feira, abril 18, 2024

Juíza determina que União intensifique buscas por indigenista e jornalista inglês desaparecidos desde domingo no Amazonas

A magistrada Jaiza Fraxe, requereu a viabilização do uso de mais helicópteros, embarcações e equipes de buscas, da Polícia Federal, das Forças de Segurança Estadual ou das Forças Armadas, para encontrar os desaparecidos

Por

A juíza Jaiza Fraxe, da 1ª Vara Federal Cível da Justiça Federal do Amazonas, determinou, nessa quarta-feira, 8/6, que a União reforce as buscas pelo indigenista Bruno Pereira e o jornalista inglês Dom Philips, desaparecidos desde o último domingo, 5/6, na região do Vale do Javari, no Amazonas, por considerar que há baixa proteção e fiscalização no local e um “contexto de omissões” pelo estado.

A ordem da juíza foi em resposta a uma petição da Defensoria Pública da União e da União das Organizações Indígenas do Vale do Javari (Univaja). Além disso, a magistrada Jaiza Fraxe, requereu a viabilização do uso de mais helicópteros, embarcações e equipes de buscas, da Polícia Federal, das Forças de Segurança Estadual ou das Forças Armadas, para encontrar os desaparecidos.

Na decisão, a magistrada considerou que está havendo omissão por parte da União. “Já foi constatada a omissão da ré [a União] quanto à atuação das bases das Frentes de Proteção Etnoambiental no Brasil, essencial para a sobrevivência e o bem viver dos povos indígenas isolados e de recente contato”.

Jaiza Fraxe ainda alertou que “o Estado Brasileiro descumpriu o dever de proteger os povos indígenas” e que a petição “narra um gravíssimo quadro de abandono da missão institucional da Funai [Fundação Nacional do Índio] em relação aos índios em isolamento histórico e voluntário”. Além de citar que a retirada de recursos da Funai também torna a União como “partícipe essencial do quadro” de abandono.

Detenção – Ainda nessa quarta-feira, a Polícia Militar prendeu Amarildo da Costa de Oliveira, de 41 anos, suspeito por suposto envolvimento no desaparecimento de Bruno Pereira e Dom Philips. Ainda na operação, foi apreendida uma lancha e a polícia faz um levantamento de um possível material genético encontrado na embarcação. Entidades locais relataram que o suspeito é conhecido como Amauri e tem histórico de ameaças a Pereira e a indígenas da região.

Nas redes sociais, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, publicou uma foto com agentes de segurança pela manhã e afirmou que houve reforços nas buscas desde a terça-feira, 7/6.

 

Da Redação com informações de Carta Capital

Fotos: Divulgação

Fique ligado em nossas redes

spot_img

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -