25.3 C
Manaus
quarta-feira, maio 29, 2024

André Mendonça convoca Estado e União para audiência de conciliação sobre redução do IPI para próxima terça-feira, 3/5

Audiência de conciliação foi marcada com técnicos do Ministério da Economia e representantes do Governo do Amazonas para discutir solução quanto aos efeitos negativos para a Zona Franca de Manaus (ZFM) do Decreto Federal nº 11.047, de 2022, que reduziu o Imposto de Produtos Industrializados (IPI) em todo o país

Por

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), André Mendonça, convocou técnicos do Ministério da Economia e representantes do Governo do Amazonas para uma audiência de conciliação, que será realizada na próxima terça-feira, 3/5, às 11h, para explicar o decreto que reduziu em 25% o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), e que prejudica a Zona Franca de Manaus (ZFM).

A intimação das partes foi realizada nesta quinta-feira, 28/4, e publicada no site STF. A audiência deve acontecer em Brasília, no gabinete do ministro André Mendonça, que é relator da ação. O Governo do Amazonas foi autor da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) Nº 7.147, que tenta barrar o decreto do Governo Federal.

André Mendonça afirmou que, para além do aspecto jurídico, a questão é complexa e tem consequências “insabidas”, devido à dificuldade, segundo ele, de se mensurar os impactos econômicos e empresariais e de potenciais medidas compensatórias.

Ainda no despacho, o ministro destaca a audiência será realizada visando o êxito dos trabalhos e pede que as duas partes indiquem os representantes que irão participar do encontro. Mendonça deixa registrado que a finalidade da audiência é eminentemente consensual e recomendou que as manifestações tenham caráter propositivo e resolutivo.

ADI – Uma das alegações do Governo do Amazonas na ADI referente a redução do IPI é que essa medida “causará prejuízo incalculável ao Estado de Amazonas”, uma vez que há uma diferença entre a alíquota de IPI aplicada na ZFM e a dos demais pontos do território nacional, que propicia aos contribuintes uma vantagem comparativa que os estimula a se instalar naquela área incentivada e não mais no Polo Industrial de Manaus (PIM).

O governador Wilson Lima (União Brasil) se reuniu nessa quarta-feira, 27/4, com o presidente Jair Bolsonaro (PL) para tratar do assunto. Na ocasião, Bolsonaro se comprometeu em encontrar uma solução que não prejudique a competitividade da ZFM.

Sobre o decreto – O decreto de redução foi publicado no dia 25 de fevereiro e foi suspenso após reunião com Bolsonaro, Wilson Lima e o ministro da Economia, Paulo Guedes. Porém, no último dia 14 de abril, o decreto foi republicado, mas sem a exclusão de quase três mil itens produzidos no Polo Industrial de Manaus (PIM).

 

Da Redação

Foto: Divulgação

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -