25.3 C
Manaus
quarta-feira, maio 29, 2024

Denarium dispensa licitação e fecha contrato de R$ 60 milhões com empresa para fornecimento de cartões magnéticos

Na contratação, o governo de Roraima alegou que o contrato, feito de forma emergencial, foi necessário para atender os beneficiários do Programa Cesta da Família, sob a justificativa de que a aquisição é fundamental para que os beneficiados tenham acesso aos alimentos. O acordo foi assinado pela cunhada do governador e titular da Secretaria de Estado do Trabalho e Bem-Estar Social (Setrabes), Tânia Soares de Souza

Por

Em pleno ano eleitoral o governador de Roraima, Antonio Denarium (PP), vem investindo numa espécie de política “assistencialista” e fazendo diversas manobras e estratégias eleitorais para, segundo fontes consultadas pelo Portal O Convergente, se reeleger ao cargo de governador nas eleições deste ano. Um dos casos mais recente, foi a contratação “emergencial”, feita por meio de dispensa licitatória, no valor de mais R$ 60 milhões, para compra de cartões magnéticos que devem ser distribuídos aos beneficiários do Programa Cesta da Família.

O acordo foi assinado pela cunhada do governador e titular da Secretaria de Estado do Trabalho e Bem-Estar Social (Setrabes), Tânia Soares de Souza, sob a justificativa de que a aquisição é necessária para que os beneficiados tenham acesso aos alimentos.

“Promover a segurança alimentar e nutricional, bem como assegurar o direito humano à alimentação adequada em todo Estado de Roraima, por meio do Programa Cesta da Família, que beneficiará até 50.000 (cinquenta mil) famílias em situação de extrema pobreza, pobreza e baixa renda”, cita trecho do contrato.

As informações referentes ao contrato foram publicadas nesta semana, no Diário Oficial do Estado de Roraima (DOE-RR). Conforme a publicação, referente ao o extrato de contrato nº 12/2022, a empresa Alelo S.A. foi a empresa “favorecida” no contrato para fornecer os cartões eletrônicos com tarja magnética e chip.

O documento, porém, não explica a quantidade de cartões que serão adquiridos e especifica apenas que o prazo de vigência estabelecido no procedimento contratual é de 180 dias, contados a partir do dia 6 de abril, data em que o acordo foi assinado.

A ação conforme os bastidores políticos de Roraima, estaria sendo usado por Denarium como uma política “perigosa” de assistencialismo. Isso porque em muitos eventos ocorridos no interior do Estado o governador, além de realizar discursos bem formulados com o intuito de adquirir votos para o pleito deste ano, tem feito constantes entregas de cestas básicas.

—-

Da Redação
Foto: Reprodução/Facebook

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -