26.3 C
Manaus
terça-feira, julho 16, 2024

Deputados estaduais ignoram depoimento de Fausto Júnior na CPI da Covid e se calam na Aleam

Nem mesmo os deputados que compuseram a comissão de inquérito da Aleam se manifestaram quanto ao relatório apresentado por eles aos senadores membros da CPI da Covid, no Senado

Por

Enquanto os ânimos ficaram exaltados durante o depoimento do deputado estadual Fausto Júnior (MDB), na CPI da Covid, no Senado, na sessão plenária da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam) desta terça-feira, 29/6, o assunto sequer foi mencionado. Os poucos parlamentares que se pronunciaram, usaram a tribuna para tecer críticas ao governador, Wilson Lima (PSC) e para reclamar da suspenção, pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), do julgamento sobre a denúncia da compra superfaturada de respiradores.

Mas se os deputados estaduais demonstraram desinteresse pelo depoimento do relator da CPI da Saúde, Fausto Júnior, o assunto não passou despercebido por quem acompanhava a transmissão da sessão plenária feita pelo canal da Aleam no YouTube. Muitos internautas cobraram um posicionamento dos deputados em relação as denúncias feitas durante o depoimento do relator e quanto a troca de acusações entre ele e o presidente da CPI, senador Omar Aziz (PSB).

Em um dos comentários, o internauta cobrou uma postura dos deputados quanto as investigações em torno do atual governo do Estado e também um posicionamento sobre administrações anteriores.

“Dá para se ver que várias legislaturas seguem o mesmo enredo. Governador manda, Aleam abaixa a cabeça. Que vergonha, deputados mudem a história”, cobrou ele ao complementar dizendo “Aleam passando vergonha por não ter indiciado o governador. Até quando o desgoverno no Amazonas???”, disse ele ao citar os debates ocorridos na CPI do Senado.

Os eleitores também fizeram críticas aos parlamentares do Amazonas presentes na CPI, afirmando que os mesmos aproveitaram o assunto para fazer campanha eleitoral antecipada. “Campanha eleitoral rolando na CPI DE PANDEMIA, aff.”, disse um deles. “Omar Aziz cantando de galo. Que vergonha Amazonas”, opinou outra internauta.

Confira os comentários: 

Sessão – Enquanto os comentários na transmissão faziam cobranças ao assunto do dia, dentro do plenário os parlamentares nem citaram o depoimento. Até os deputados de oposição se calaram e optaram por repercutir apenas a decisão do STJ que suspendeu, pela segunda vez, o julgamento que iria avaliar o recebimento ou não da denúncia contra o governador Wilson Lima no esquema de compra superfaturada de respiradores.

Nem mesmo os demais deputados membros da CPI da Saúde se manifestaram sobre o depoimento do relator. O deputado Delegado Péricles (PSL), que também foi convocado a depor na CPI da Covid por ter presidido a CPI da Saúde no Amazonas se limitou a participar da sessão e executar os trâmites habituais como presidente da sessão do dia.

Horas depois, em uma de suas redes sociais, o deputado elogiou a atuação do colega de bancada. “Na minha opinião, o @DepFaustoJr, apesar de toda a pressão, respondeu bem aos questionamentos dentro do trabalho que realizamos na CPI. A CPI da Aleam deixou sua marca importante, por isso houve o reconhecimento dos amazonenses”, escreveu.

Confira a publicação:  

 

Já o deputado Serafim Corrêa, que também integrou a comissão, aproveitou seu tempo de fala para falar da problemática em torno do fornecimento de energia e do pedido do Ministério de Minas e Energia quanto a um possível problema de abastecimento de energia elétrica no país.

“Ontem todos nós assistimos o ministro de Minas e Energia fazendo um apelo para que todos os brasileiros possam fazer uma diminuição do consumo de energia elétrica. Um apagão por causa da crise hídrica, um apagão elétrico. Isso é muito grave. O governo já vinha tentando outro caminho, aumentando a conta de luz, a bandeira vermelha, mas isso não ia diminuir o consumo. Isso será inevitável. Um rombo nas contas públicas que vai criar sérios problemas na economia brasileira”. Explanou o parlamentar que aproveitou para criticar as medidas executadas pelo Governo Federal que contribuíram para a devastação da floresta amazônica e, consequentemente, com a possível crise hídrica no país.

— —

Por Izabel Guedes

Fotos: Divulgação

 

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -