29.3 C
Manaus
quarta-feira, junho 12, 2024

Dia de terror: veículos queimados, vandalismo e ameaças suspendem aulas e atividades presenciais

O governador do Amazonas, Wilson Lima fez uma live para falar sobre as ações do Estado no combate às ações criminosas. O prefeito de Manaus, David Almeida cobrou que o Exército seja convocado a atuar junto com as Forças de Segurança do Estado. Aulas, turnos de trabalho e sessões legislativas foram suspensas em virtude das ações de criminosos

Por

O governador Wilson Lima fez um breve discurso na noite desse domingo, 6/6, para falar sobre a investida do crime organizado na cidade de Manaus, Parintins e Careiro Castanho desde a madrugada e que resultou em pelo menos 21 veículos, quatro agências bancárias (Bradesco, Caixa Econômica, Banco do Brasil e Santander), um comércio e parte do Pronto Atendimento ao Cidadão (PAC) de Educandos, zona sul de Manaus incendiados, além de uma série de vandalismos.

Após a live do governador, em todas as zonas da cidade de Manaus, moradores relataram ter escutado grande salva de fogos de artifício. Os ataques, conforme a inteligência da Secretaria de Segurança Pública, iniciaram após a morte do traficante Erick Batista Costa, o “Dadinho”, em confronto com a Polícia Militar. A ordem para os ataques teria partido de dentro de presídios e teria sido dada por membros do mesmo grupo criminoso. Conforme o governador, as ações seriam uma reação do crime organizado ao endurecimento do combate ao tráfico de drogas.

Ao lado do secretário estadual de Segurança Pública, coronel Louismar Bonates, do subcomandante geral da Polícia Militar, coronel Ronaldo Negreiros e da delegada geral da Polícia Civil, Emília Ferraz, o governador iniciou a live falando sobre as ações de enfrentamento ao tráfico de drogas e sobre a apreensão de armas de fogo. Em seguida, ele afirmou que o policiamento em todo o Estado foi reforçado com o aumento do quantitativo das tropas nas ruas.

“Isso é uma reação do tráfico de drogas as ações de enfrentamento que estamos fazendo. No ano passado fizemos uma apreensão recorde de 19 toneladas de drogas, só nesse ano, de janeiro a maio, foram apreendidas 11 toneladas e, de janeiro a abril, 832 armas foram apreendidas. Todas as forças de segurança do Estado estão em alerta. Triplicamos a quantidade de policiais nas ruas e estamos montando barreiras em locais estratégicos. Já estamos trabalhando com nosso pessoal da investigação e já identificamos alguns possíveis mandantes. Quatorze pessoas já foram presas, dentre elas um dos líderes desses ataques coordenados na cidade de Manaus e nos municípios de Parintins e Careiro Castanho”, disse.

A delegada geral da PC-AM, Emília Ferraz informou que as forças de segurança pública do Amazonas prenderam 14 pessoas envolvidas nos incêndios e depredações de veículos, espaços públicos e agências bancárias. Conforme ela, 13 pessoas estavam diretamente envolvidas nos atos de vandalismo e um foi identificado como um dos mandantes das ações realizados no bairro da Redenção, zona Centro Oeste.

O secretário de Segurança Pública, coronel Louismar Bonates, informou que os policiais que estavam de folga foram convocados o que, segundo ele, triplica o efetivo nas ruas e favorece que novas prisões sejam feitas. O secretário, no entanto, não informou quanto seria esse quantitativo triplicado.

“Queremos pedir o apoio da população que nos mantenha informados, que, se souber de algum ato criminoso que esteja acontecendo, viu a placa de alguma moto e algum carro, informe através do 181 ou 190 para que a gente possa efetuar as prisões. Reafirmo o compromisso da segurança pública de garantir o ir e vir, com tranquilidade, da população”, disse.

O governador afirmou durante a live que manteve contato com o ministro-chefe da Casa Civil do Governo Federal, general Luiz Ramos, para informar sobre a situação no Amazonas e o trabalho que está sendo feito pelas forças de segurança.

Exército nas ruas – Um dos locais vandalizados pelos criminosos foi a recém-reinaugurada rotatória Umberto Calderaro Filho, a Bola das Letras, Dom Pedro, zona Centro-Oeste. O local foi entregue à população na última quarta-feira, dia 2. O prefeito David Almeida esteve no local e, em entrevista coletiva, cobrou ações enérgicas do Governo do Estado e requisitou que o Exército Brasileiro seja chamado a atuar conjuntamente com as forças de segurança do Estado.

Como reflexo das ações dos criminosos, a rede municipal de ensino suspendeu as aulas presenciais desta segunda-feira, 7. O Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino Privado do Amazonas (Sinepe-AM) também emitiu comunicado suspendendo suas atividades presenciais nesta segunda.

O comunicado da Secretaria Municipal de Educação (Semed) ocorreu após a publicação de imagens que seriam de parte do complexo educacional que atende o conjunto São Sebastião, bairro de Petrópolis, zona Sul, formado pelo Cmei Dalva Maria Costa Silva, a Escola Municipal Ana Mota Braga e a Creche Municipal Professora Luzenir Farias Lopes em chamas.

Atividades suspensas – As ações motivaram também o Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Manaus a solicitarem alteração da jornada de trabalho no Distrito Industrial. “Todos os trabalhadores das indústrias Naval, Eletroeletrônica, Magnética e Metalúrgicas estarão liberados do terceiro turno de hoje (06) e da rota das 4h da manhã, até que a paz volte a reinar na cidade de Manaus”, diz nota emitida pelo sindicato.

Os empregadores, conforme a nota, teriam acordado quanto aos ajustes para garantir a segurança e a integridade física de seus funcionários. “Possíveis perdas de horas de trabalho serão recompensadas após o restabelecimento das condições de segurança”, segue a nota.

A Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) também suspendeu suas atividades presenciais nesta segunda-feira, 7. “Em virtude dos últimos acontecimentos que ocorreram em Manaus, no final de semana, com inúmeras situações de vandalismo e violência em várias zonas da cidade, o presidente, deputado Roberto Cidade (PV) informa que estão suspensos os trabalhos presenciais da Casa Legislativa, nesta segunda-feira (7), para resguardar a integridade dos servidores. As atividades permanecerão remotas até que a situação se normalize e todos possam retornar ao trabalho em segurança”.

Confira galeria:

— —

Da Redação com informações das assessorias

Fotos e vídeos: Divulgação

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -