26.3 C
Manaus
terça-feira, junho 18, 2024

Governo restringe direito de expressão da população em rede social

Críticas não são bem administradas nas redes sociais do Governo do Amazonas. Se o cidadão se manifestar em desacordo com o humor do administrador ele é bloqueado e impedido de se manifestar sobre as demandas que lhe afligem cotidianamente

Por

A garantia do direito à crítica deveria ser o mesmo do direito ao aplauso, mas não é isso que ocorre quando se trata do Governo do Estado do Amazonas. Nas redes sociais do executivo estadual, as discordâncias quanto a atuação dos gestores e os questionamentos às pastas não podem ser manifestadas pelo cidadão que, se o fizer, é bloqueado ou banido dos canais oficiais de comunicação.

Assistente social, Geralda Menezes, 48, procurou a redação do O Convergente para criticar os administradores do Facebook do governo do Estado. Conforme ela, após fazer reclamações insistentes sobre discordâncias com a gestão Wilson Lima, o perfil dela foi bloqueado e ela não consegue mais se manifestar.

“Não quer ser incomodado não vire vidraça. Sou cidadã e tenho o direito de poder me manifestar, de reclamar, de dizer o que me aflige enquanto amazonense que paga seus impostos. Não encontro o governador e nem os secretários dele por aí, como vou me manifestar? Era pelas redes, agora nem isso mais”, reclamou.

— —

Da Redação

Foto: Divulgação / Ilustração Marcus Reis

 

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -