29.3 C
Manaus
segunda-feira, julho 15, 2024

Sovel falta mais uma vez à audiência pública na Câmara Municipal de Manaus

Sovel da Amazônia desrespeitou, mais uma vez, os vereadores da CMM ao não designar representante para participar da audiência pública para tratar sobre danos ambientais causados pela empresa no Lago do Aleixo. Essa é a segunda vez que isso acontece

Por

A Sovel da Amazônia, mais uma vez, desrespeitou a Câmara Municipal de Manaus (CMM) ao não designar representantes para participar de audiência pública convocada pela casa. Programada para ocorrer nesta quinta-feira, 29/4, a audiência já havia sido remarcada para que os representantes da empresa pudessem participar, no entanto, sem nenhum motivo declarado a Sovel desistiu de prestar esclarecimentos aos vereadores.

Mesmo sem a participação de representantes da empresa, a audiência pública para tratar sobre os danos ambientais causados ao lago do Aleixo foi realizada. Representando o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea-AM), a conselheira Janeth Fernandes informou que a empresa não possui registro no conselho.

“Mesmo a Sovel trabalhando com resíduos, ela não possui o registro no Crea-AM e isso precisa ser providenciado de imediato. É preciso verificar também se a empresa possui ao menos registro no Conselho Regional de Química. Ambos são indispensáveis”, advertiu.
O secretário-geral da instituição que monitora as ações sociais e ambientais das organizações da região amazônica, Simasa da Amazônia, Alexandre Victor alegou que a indústria além de ter cometido danos ao meio ambiente, vem fazendo propaganda enganosa.

“Em seus produtos, a instituição afirma que é uma empresa com responsabilidade ambiental. O que observamos ali é bem diferente”, falou.

O presidente da Comissão de Meio Ambiente, Recursos Naturais, Sustentabilidade e Vigilância Permanente da Amazônia da CMM, vereador Kennedy Marques (PMN) afirmou que a casa vai continuar vigilante às ações danosas ao meio ambiente causadas pela Sovel.

“A indústria de papel vai precisar adotar medidas para solucionar esse problema que se arrasta há anos. Muitas são as denúncias ao longo do tempo. Estamos vigilantes e vamos cobrar mudanças por parte da empresa”, finalizou.

__ __

Foto: Divulgação

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -