25.3 C
Manaus
quinta-feira, maio 30, 2024

TSE aplica multa de R$ 250 mil a Lula por propaganda contrária a Bolsonaro

A denúncia foi apresentada pela Coligação Pelo Bem do Brasil, composta pelo Partido Liberal, Republicanos e Progressistas

Por

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu de forma unânime, nesta segunda-feira (29), aplicar uma multa de R$ 250 mil ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e à sua campanha eleitoral por disseminação e promoção de propaganda eleitoral negativa contra Jair Bolsonaro (PL) na internet, nas eleições de 2022.

Segundo a decisão do TSE, o vídeo veiculado no YouTube fez críticas explícitas a Bolsonaro, classificando-o como “incompetente”, “mentiroso” e “desumano”. Também exibiu declarações do presidente abordando questões como geração de empregos, corrupção e a pandemia de Covid-19.

A denúncia foi apresentada pela Coligação Pelo Bem do Brasil, composta pelo Partido Liberal, Republicanos e Progressistas. Eles alegaram que o conteúdo, com alcance de mais de 13 milhões de pessoas, não fazia elogios a Lula nem apresentava propostas governamentais. “Ao contrário, a reprovável peça impulsionada apresenta, com exclusividade, graves ataques à candidatura adversária”, pontuou a coligação na denúncia.

Cármen Lúcia, relatora do caso, considerou que o vídeo promovido na plataforma transmitiu uma mensagem desfavorável, que não beneficiou a imagem de Bolsonaro, independentemente de sua veracidade.

“Nesse contexto, presente a incompatibilidade entre o meio utilizado, qual seja, impulsionamento do divulgado, com a finalidade legalmente permitida, ‘apenas para o fim de promover ou beneficiar candidatos, ou suas agremiações’, está comprovada a plausibilidade do direito alegado”, destacou.

As regras estabelecidas pelo TSE proíbem que candidatos financiem a promoção de conteúdos negativos contra seus adversários nas plataformas digitais. A totalidade dos votos na sessão de julgamento ocorreu no plenário virtual da Corte e não foi divulgada publicamente.

O presidente ainda não se manifestou sobre a decisão do TSE, conforme informado pela CNN Brasil.

Ilustração: Marcus Reis

Leia mais: Recurso do MPE contra Silas Câmara é negado pelo TRE-AM

📲 Receba no seu WhatsApp notícias sobre a política no Amazonas.

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -