26.3 C
Manaus
sexta-feira, abril 12, 2024

“Estamos no caminho certo para cumprir nossa missão”, diz Wilson Lima ao reassentar famílias das comunidades da Sharp e Manaus 2000 pelo Prosamin+

Os reassentamentos integram uma das linhas de atendimento do Amazonas Meu Lar, maior programa de habitação da história do Estado

Por

Em evento nesta terça-feira (2), o governador Wilson Lima reassentou mais de 200 famílias das comunidades da Sharp e Manaus 2000, localizadas nas zonas leste e sul, respectivamente. As famílias são beneficiárias do Programa Social e Ambiental de Manaus e Interior (Prosamin+).

Os recursos investidos pelo Governo do Estado somam mais de R$ 8 milhões. Com isso, já são mais de 1,2 mil famílias reassentadas com investimentos de mais de R$ 117,6 milhões do Governo do Estado.

Os reassentamentos integram uma das linhas de atendimento do Amazonas Meu Lar, maior programa de habitação da história do Estado, que prevê 24 mil soluções definitivas de moradia e a regularização de 33 mil imóveis.

Em discurso, o governador Wilson Lima ressaltou que era um dia feliz para ele, uma vez que já esteve do lado da comunidade para cobrar por ações públicas e hoje tem a possibilidade de resolver as solicitações da população.

“Fico muito feliz porque por diversas vezes eu estive na Comunidade da Sharp, na Manaus 2000, por diversas vezes eu recebi telefonemas pela madrugada de gente falando que o negócio estava complicado. Por tantas vezes eu estive do outro lado cobrando para que esse problema pudesse ser resolvido, hoje passei para o lado daqui e com possibilidade de resolver o problema, e aí começamos a ver o tamanho da responsabilidade, não é tão simples”, disse.

Ele ainda destacou que o pagamento das indenizações aos moradores é a certeza de que o Amazonas está na direção certa. “Isso nos dá a certeza de que estamos no caminho certo de cumprir a nossa missão e a minha missão é só uma e de ajudar a quem precisa”, afirmou.

“Estamos pagando indenizações, bônus, moradia, para 207 famílias. São pessoas que estão saindo do alagado e tendo uma nova perspectiva de vida. Isso aqui faz parte do programa Amazonas Meu Lar e, no nosso governo é assim: moradia digna para todos”, pontuou.

O vice-governador Tadeu de Souza também esteve presente no evento e comentou sobre as ações do governo em ir atrás de recursos para concluir o programa e garantir a dignidade das famílias.

“Não é um projeto fácil, é difícil de ser executado, elaborado. Aqui não tem limitação de orçamento, o governador Wilson Lima foi atrás de recursos e conseguiu e esse é um projeto que se atravessa por dois mandatos. E eu reafirmo, acabou o sofrimento e acabou a dor, agora é um momento de celebração”, pontuou.

Outro político que também discursou no evento foi o presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) o deputado estadual Roberto Cidade, que reforçou o compromisso da Casa Legislativa com o Governo do Estado.

“Graças ao governador Wilson Lima essa chave está sendo virada na vida de vocês. Quero dizer para vocês que me sinto muito honrado de ter contribuído com isso lá na Assembleia Legislativa do Amazonas com aprovação de projetos, empréstimos, orçamento, para que isso virasse realidade na vida de vocês”, disse.

O vereador de Manaus Diego Afonso, que também fez parte da equipe do programa, apontou sobre o papel fundamental de toda a equipe para garantir o sucesso das ações do governo. “Esse governo tem compromisso com habitação e todos aqui que fizeram parte desse dispositivo e estiveram envolvidos para que o Amazonas Meu Lar começasse a sair do papel”, afirmou.

Amazonas Meu Lar

Estimado em R$ 4,7 bilhões para execução nos anos, prevê 24 mil soluções definitivas de moradia para a população de baixa renda, sendo 22 mil novas unidades habitacionais, além da regularização de 33 mil imóveis, por meio da entrega de títulos definitivos.

O estado já havia reassentado mais de 1,1 mil famílias das comunidades da Sharp e Manaus 2000; entregou 1,6 mil títulos definitivos na capital e interior; regularizou mais de 13 mil unidades habitacionais, um terço da meta estabelecida para quatro anos; e garantiu condições de moradia para 4 mil pessoas com a desapropriação da área da Comunidade Paschoal Allágio, em Parintins (a 369 quilômetros da capital), onde o Governo do Amazonas trabalha para entregar infraestrutura digna.

Leia mais: “Complementa com as ações que o Estado já vem fazendo”, diz Wilson Lima em lançamento do programa Pé-de-Meia

___

Por Camila Duarte

📲 Receba no seu WhatsApp notícias sobre a política no Amazonas.

Fique ligado em nossas redes

spot_img

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -