30.3 C
Manaus
sexta-feira, fevereiro 23, 2024

Técnicos do TCE-AM auxiliam gestores municipais sobre mudanças na Nova Lei de Licitações

Com a nova legislação em vigor, técnicos do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) destacam as mudanças significativas que poderão impactar os gestores, principalmente dos municípios localizados no interior do Estado

Por

Um dos pontos apresentados é o prazo que gestores têm para se adaptar à Nova Lei de Licitações, especialmente de municípios menores, com até 20 mil habitantes. O prazo foi ampliado até 1º de abril de 2027.

A prorrogação abrange 26 dos 62 municípios amazonenses, o que representa aproximadamente 41,9% do total. O prazo adicional busca possibilitar uma transição mais suave, considerando as características e desafios enfrentados pelos municípios menores.

Apesar da prorrogação do prazo de adesão a Nova Lei de Licitações, os gestores municipais devem manter o rigor da transparência pública, com a publicação de contratos e licitações no Diário Oficial e nos respectivos sites.

“Antes mesmo da Nova Lei de Licitações, a maioria dos municípios já apresentava dificuldades quanto à promoção da ampla publicidade e da transparência nas contratações públicas. Com base nisso, elaboramos alertas e orientações técnicas com a finalidade de fomentar a ampla divulgação de diversas maneiras, em especial, pela forma eletrônica. Entendemos que o caminho menos trabalhoso para superar essas peculiaridades é por meio da capacitação dos servidores públicos”, destacou o diretor de Licitações e Contratos (Dilcon) do TCE-AM, Lúcio Gois.

Adesão exemplar e apoio pedagógico

Dando o exemplo do cumprimento da Lei aos órgãos jurisdicionados, o TCE-AM passou a aplicar desde julho do ano passado, de forma integral, a Lei 14.133, às licitações realizadas na Corte de Contas.

A adesão à nova Lei de Licitações foi feita de forma pioneira e antecipada pelo Tribunal, que já executava um intenso trabalho de transição nos contratos firmados.

O TCE-AM também ofereceu apoio pedagógico a gestores jurisdicionados e membros da sociedade civil com a realização de cursos sobre a Nova Lei de Licitações. Apenas em 2022 e 2023 cerca de 1.900 certificados foram distribuídos em cursos realizados em 11 municípios do Amazonas, incluindo a capital. A capacitação foi oferecida gratuitamente pela Escola de Contas Públicas do Tribunal.

Além disso, os setores técnicos da Corte de Contas, como a Secretaria de Controle Externo, por meio da Diretoria de Licitações e Contratos, estão disponíveis para servidores de órgãos jurisdicionados que necessitem de auxílio para a execução da nova Lei de Licitações.

 

Fonte: TCE-AM

 

Leia mais: MPF pede instauração de inquérito para investigar possível crime de transfobia no Acre

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -