26.3 C
Manaus
sexta-feira, maio 17, 2024

Em delação, Cid afirma que Bolsonaro pediu que relógio e joias fossem vendidos

O motivo para venda seria porque, em janeiro de 2022, Bolsonaro reclamou de pagar a multa de um processo judicial que perdeu

Por

O tenente-coronel Mauro Cid afirmou, em sua delação premiada, que o então presidente Jair Bolsonaro (PL) pediu que ele vendesse um relógio Rolex, assim como outras joias dadas pela Arábia Saudita ao Brasil. As informações são da GloboNews, que teve acesso a trechos da delação que Cid fez à Polícia Federal.

Segundo a emissora, Cid disse que recebeu uma “determinação” para avaliar o valor do relógio. Bolsonaro autorizou que o ajudante de ordens vendesse o item junto com outras joias que acompanhavam um dos kits da Arábia Saudita, o de ouro branco.

Ainda segundo Cid, o motivo para venda seria porque, em janeiro de 2022, Bolsonaro reclamou de pagar a multa de um processo judicial que perdeu, além de multas por causa de motociatas e outras contas. O processo seria o movido pela deputada Maria do Rosário (PT-RS) por falas de Bolsonaro sobre não estuprá-la, porque ela “não merecia”.

Na ocasião, o então presidente perguntou a Cid quais presentes teriam um valor alto, segundo a delação. O ex-ajudante de ordens indicou que os itens mais fáceis de avaliar eram os relógios.

Segundo Cid, Bolsonaro, então, teria o questionado sobre quais eram os presentes de maior valor recebidos em função do cargo e solicitou ao Gabinete Adjunto de Documentação Histórica (GADH), responsável pela organização do acervo presidencial, uma lista desses itens que o presidente havia recebido.

O tenente-coronel informou à PF que comunicou a Bolsonaro que o relógio que poderia ser vendido de maneira mais rápida era um Rolex de ouro branco presenteado pela Arábia Saudita em 2019, durante uma viagem oficial.

Em seguida, o ex-ajudante de ordens afirmou que “recebeu determinação do presidente” para avaliar o valor do Rolex e que o ex-presidente o autorizou a vender o relógio e os demais itens do kit ouro branco.

Leia mais: Manaus sedia Assembleia Geral dos Governadores da Amazônia Legal hoje (10/11)

__

Por July Barbosa com informações G1

Revisão textual: Vanessa Santos

📲 Receba no seu WhatsApp notícias sobre a política no Amazonas.

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -