30.3 C
Manaus
quarta-feira, junho 12, 2024

Ex-senador de Roraima é alvo de investigação por suspeita de mandar matar a mãe da própria filha

No ano passado, a filha de 18 anos também denunciou o ex-senador Telmário Mota por assédio

Por

O ex-senador de Roraima Telmário Mota (SD) é alvo de uma operação da Polícia Civil do Estado. Ele é acusado de mandar matar Antônia Araújo de Souza, de 52 anos, que é mãe da filha de 18 anos do senador.

Antônia foi assassinada no dia 29 de setembro, com um tiro na cabeça, quando saía de casa. Ela estava dentro de um carro com um parente, quando dois homens chegaram em uma moto, chamaram pela moça e atiraram contra ela.

Além de mandado de prisão contra o ex-senador, a polícia também cumpre mandados contra Harrison Nei Correa Mota, conhecido como Ney Mentira, e Leandro Luiz da Conceição. Ney é suspeito de ter intermediado a contratação de Leandro, apontado como autor dos disparos que mataram Antônia.

De acordo com a investigação da Polícia Civil, a decisão de matar Antônia foi tomada após uma reunião em uma fazenda, onde Telmário Mota teria delegado ao sobrinho a execução do crime. Como apontou a investigação, a moto usada pelos suspeitos no dia do crime foi comprada por Ney, a qual foi entregue pela assessora de Telmário no local que foi indicado por ele.

Essa não é a primeira vez que o político é alvo de polêmicas. Em agosto de 2022, a filha do ex-senador afirmou que ele a assediou, tocou em suas partes íntimas e tentou arrancar a sua roupa no Dia dos Pais, quando ela tinha 17 anos.

Já em 2016, Telmário Mota foi denunciado pelo então procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ao Supremo Tribunal Federal (STF) por agressão contra uma jovem de 19 anos. A vítima registrou boletim de ocorrência contra o ex-senador no dia 31 de dezembro de 2015, no qual afirmou que teria sido agredida até desmaiar. O exame de corpo de delito verificou a existência de lesões na cabeça, boca, orelha, dorso, braço e joelho.

Leia mais: Em meio à crise financeira, governo de Roraima contrata show de César Menotti e Fabiano por mais de R$ 500 mil

___

Da Redação

Revisão textual: Vanessa Santos

Ilustração: Giulia Renata Melo

📲 Receba no seu WhatsApp notícias sobre a política no Amazonas.

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -