26.3 C
Manaus
domingo, junho 16, 2024

Senado é palco de confusão com agressão e acusação de apoio ao Hamas

Na ocasião, a senadora Soraya Thronicke foi atingida com um celular na cabeça

Por

Após a aprovação do relatório da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) do 8 de janeiro, uma confusão protagonizada por um assessor do deputado federal Carlos Jordy (PL-RJ), Rodrigo Duarte Bastos, aconteceu no Senado Federal, nessa quarta-feira (18). A confusão iniciou após o assessor acusar os senadores de apoiarem o grupo Hamas, que entrou em conflito com Israel.

Antes de a confusão iniciar, os parlamentares fizeram uma caminhada do Senado Federal até a Praça dos Três Poderes, com a Constituição Federal em mãos. Nesse momento, Rodrigo Bastos filmou os senadores e os acusou de apoiar o grupo Hamas.

Depois das acusações, o deputado Rogério Correia (PT-MG), que estava no local, tentou derrubar o celular do assessor com um tapa quando o aparelho caiu e acertou a cabeça da senadora Soraya Thronicke (Podemos-MS).

Após a repercussão da discussão, o deputado Carlos Jordy se pronunciou e afirmou que não houve agressão. Ele também decidiu pela exoneração do servidor Rodrigo Duarte Bastos.

“Assisti ao vídeo. Não houve agressão. Ele estava filmando e gritando e o deputado Rogério Correia bateu em sua mão para retirar seu celular, que acabou caindo na cabeça da senadora Soraya”, afirmou Jordy.

*Com informações do Metrópoles

Leia mais: Relatório da CMPI do 8 de janeiro pede indiciamento de Bolsonaro por associação criminosa

___

Da Redação

Revisão textual: Vanessa Santos

Ilustração:

📲 Receba no seu WhatsApp notícias sobre a política no Amazonas.

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -