25.3 C
Manaus
sexta-feira, julho 12, 2024

Representatividade feminina: Yara Lins é eleita presidente do TCE-AM

O novo mandato marca os 10 anos de Yara Lins na Corte de Contas do Amazonas

Por

Aconteceu, na manhã desta terça-feira, 3/10, durante sessão do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas, a eleição para a presidência do Tribunal, disputada pelos conselheiros Mario de Mello, Josué Neto, Luis Fabian, Júlio Pinheiro e Yara Lins dos Santos.

Com 5 votos para a conselheira e 2 em branco, a eleição elegeu para a presidência a antes vice-presidente Yara Lins dos Santos. O mesmo aconteceu com Fabian Barbosa eleito para ser vice-presidente.

Foram eleitos também para corregedor geral Josué Neto com 5 votos, para Ouvidor do Tribunal, Mário de Mello com 7 votos e para coordenador da Escola de Contas, Júlio Pinheiro com 4 votos.

Neste pleito, o conselheiro Mario de Mello se uniu aos conselheiros Josué Neto, Luis Fabian, Júlio Pinheiro e Yara Lins dos Santos na disputa pelo cargo.

“As eleições far-se-ão em escrutínios secretos, na forma definida no § 3.º deste artigo, na primeira terça-feira da primeira semana do mês de outubro do segundo ano civil dos mandatos, exigidas as presenças de pelo menos quatro Conselheiros titulares, inclusive o que presidir o ato”, consta na Lei Complementar.

O TCE-AM é composto por sete conselheiros, dos quais quatro são indicados pela Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), sendo eles Mario de Mello, Júlio Pinheiro, Josué Neto e Luis Fabian. O conselheiro Ari Moutinho ingressou na corte como indicação do governador à época, Eduardo Braga, além dos conselheiros Erico Desterro e Yara Amazônia que ocupam as vagas destinadas ao Ministério Público de Contas e aos Auditores.

Quem é Yara?

Em 2017, Yara Lins foi eleita a primeira mulher presidente do TCE-AM, que em mais de 60 anos só tinha sido comandado por homens. O cargo é disputado pelos conselheiros Mário de Mello, Josué Neto, Luís Fabian e Júlio Pinheiro.

A entrada de Yara Lins no comando do TCE-AM mostrou a força do poder feminino e, caso seja eleita novamente, demonstra que a mulher pode exercer cargos de liderança, quebrando paradigmas impostos pela sociedade.

O novo mandato marca os 10 anos de Yara Lins na Corte de Contas do Amazonas. Ela é funcionária pública de carreira e presta serviços ao Tribunal há mais de 40 anos, quando foi aprovada através de concurso público.

Pelos mais de 40 anos de serviços prestados, a conselheira recebeu homenagens em Casas Legislativas do Amazonas. Em 2019, então presidente do TCE-AM, Lins recebeu Medalha de Ouro Cidade de Manaus, a mais alta condecoração concedida pela Câmara Municipal de Manaus (CMM) a uma personalidade.

A conselheira também foi honrada com a mais alta comenda do Poder Legislativo Estadual, a Medalha Ruy Araújo, concedida pela Assembleia Legislativa do Amazonas, pelos serviços prestados à sociedade amazonense.

A gestão de Yara Lins no TCE-AM foi destacada pela Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon), com o Certificado de Garantia de Qualidade da Corte de Contas do Amazonas. O certificado atestou que o TCE-AM atuou conforme os padrões estabelecidos pela Atricon em quase 500 itens.

Leia mais: Favorita para assumir presidência do TCE-AM, Yara Lins possui trajetória de mais de 40 anos de serviços no Tribunal

__

Por July Barbosa

Revisão textual: Vanessa Santos

Foto: Divulgação / Ilustração: Marcus Reis

📲 Receba no seu WhatsApp notícias sobre a política no Amazonas.

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -