25.3 C
Manaus
sexta-feira, julho 12, 2024

Suframa recebe projetos Curupira e Yara desenvolvidos pela UEA

Os projetos foram idealizados pelo HUB Tecnologia e Inovação, da Universidade do Estado do Amazonas

Por

O HUB Tecnologia e Inovação, da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) recebeu, na segunda-feira (25), a visita do superintendente e do superintendente-adjunto de Desenvolvimento e Inovação Tecnológica da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), Bosco Saraiva e Waldenir Vieira, respectivamente. Na ocasião, foram apresentados os projetos Curupira e Yara, além das instalações do laboratório.

O reitor da UEA, Prof. Dr. André Zogahib, acompanhado do coordenador-geral do HUB, professor André Printes, esteve presente durante a visita e pontuou que o laboratório integra o ecossistema de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I) da universidade. “Formamos pessoas intelectualmente capazes de desenvolver produtos e projetos que combinam tecnologias visando a criação de patentes e recursos que irão contribuir, cada vez mais, para a melhoria da qualidade de vida da população”, disse.

O projeto Curupira tem como objetivo criar um sistema de monitoramento inteligente para áreas de floresta fechada, rios e zonas urbanas, proporcionando uma nova abordagem na detecção de ameaças e ataques ao ecossistema. Ele é capaz de identificar sons de anomalia no ambiente florestal, como o barulho de motosserras, que podem indicar ameaças à floresta.

Outro projeto apresentado foi o Yara, idealizado para monitorar a qualidade da água do rio Amazonas de forma remota, por meio de dispositivos eletrônicos coletores e transmissores de informações, como: temperatura da água, oxigênio dissolvido, turbidez, condutividade elétrica, temperatura do ar, entre outros. Esteve presente, também, o coordenador do Laboratório de Sistemas Embarcados do HUB, Prof. Dr. Raimundo Cláudio.

O coordenador do HUB, professor André Printes, destacou que o laboratório atua no aprimoramento de políticas públicas do estado. “Os projetos desenvolvidos na universidade têm um potencial enorme no que se refere à utilização da tecnologia para a criação de soluções em prol da sociedade. E, com o apoio do Poder Público, podemos expandir nossas ações ainda mais”, explicou.

O superintendente da Suframa elogiou o avançado grau de tecnologia dos projetos e ressaltou iniciativas da autarquia para divulgar as potencialidades dos recursos oriundos da Lei de Informática da Zona Franca de Manaus e fomentar o ecossistema de inovação local. “Temos promovido eventos como as Jornadas de Interiorização e Desenvolvimento em que buscamos aumentar a transparência sobre as informações dos recursos da Lei de Informática e incentivamos a criação de um ambiente propício para inovação”, frisou Saraiva.

*Com informações da assessoria

Leia mais: Queimadas poderão ser monitoradas através de aplicativo desenvolvido pela UEA

📲 Receba no seu WhatsApp notícias sobre a política no Amazonas.

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -