26.3 C
Manaus
quarta-feira, abril 24, 2024

Amazonas dá início à consulta pública on-line sobre o Novo Ensino Médio

Coordenada pelo MEC, comunidade escolar têm até o dia 6 de julho para participar do processo

Por

O Ministério da Educação (MEC), com o objetivo de abrir o diálogo com a comunidade escolar, estudantes, professores, entre outros agentes da educação, abriu a Consulta Pública para Avaliação e Reestruturação do Novo Ensino Médio (NEM).

A consulta será de forma on-line e poderá ser realizada até o dia 06 de julho, por meio de formulário, procurando ouvir três atores: professores, gestores e estudantes, em busca de entender conhecimentos e expectativas.

Um e-mail foi encaminhado para cada escola informando sobre a consulta pública. Via whatsapp, um formulário específico será enviado para cada ator. Caso não seja alcançado um número que se encaixe como qualificado para a mostra de pesquisa, o prazo para preenchimento do formulário poderá se estender.

Membro do Comitê de Implementação do NEM, na Secretaria de Estado de Educação e Desporto Escolar, Hadaquel Alcântara, explicou como funciona o processo de divulgação e de respostas do formulário.

“A consultoria está sendo divulgada nas redes sociais e cartazes serão fixados nas escolas. Já foi enviado um e-mail para as coordenadorias informando sobre a consulta e o gestor receberá o material para imprimir e preencher com o nome da escola e o código do Inep. Já os alunos vão acessar via celular através do QrCode ou do link”, explicou Hadaquel.

Novo Ensino Médio

O NEM entrou em vigor nas escolas brasileiras, em 2022, para os alunos do primeiro ano. A previsão do Governo Federal é de que, até 2024, o novo formato de educação seja aplicado em todo o país. Em 2022, a Secretaria de Estado de Educação e Desporto Escolar também realizou o encontro informativo, reunindo os setores estratégicos da secretaria.

De acordo com o MEC, o NEM é uma nova estrutura de educação, na qual os estudantes passam a ter uma nova organização curricular, mais flexível, que inclui a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e a oferta de itinerários formativos (conjunto de disciplinas, projetos, oficinas, núcleos de estudo), com foco nas áreas de conhecimento e formação técnica e profissional.

Leia mais: Zanin já tem a maioria dos votos de sabatina para se tornar ministro do STF

Por informações da Assessoria

FOTOS: Eduardo Cavalcante/ Secretaria de Estado de Educação e Desporto

Fique ligado em nossas redes

spot_img

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -