24.3 C
Manaus
quarta-feira, abril 17, 2024

Lula amplia a agenda no Japão e terá 9 reuniões bilaterais

Entre as reuniões com as autoridades orientais, são esperadas uma com o premiê japonês Fumio Kishida e uma com o primeiro-ministro indiano Narendra Modi

Por

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que desembarcará no Japão nesta sexta-feira, 19/5, ampliou de três para nove a lista de chefes de Estado ou autoridades do primeiro escalão internacional com quem terá agendas bilaterais durante sua passagem pelo Japão. A confirmação dos novos compromissos também ocorreu nesta quinta.

Nas redes sociais, o presidente comunicou que estava sobrevoando o oceano Pacífico e que terá muitas agendas e a participação no G7. “Em breve no Japão, sobrevoando o Pacífico, para várias reuniões bilaterais e o encontro do G7. Sim, a terra é redonda, e estamos chegando do outro lado do globo”, tuitou Lula logo pela manhã desta quinta-feira, 18/5.

O Japão ocupa a presidência rotativa do bloco, formado por Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Itália, Japão e Reino Unido. A União Europeia também está no grupo e Lula foi convidado pelo primeiro-ministro japonês, Fumio Kishida, para participar da 44ª reunião do grupo.

Reuniões

Entre as reuniões com as autoridades orientais, são esperadas uma com o premiê japonês Fumio Kishida e uma com o primeiro-ministro indiano Narendra Modi. O presidente da Indonésia, Joko Widodo, também teria uma reunião reservada com o petista. Nesta quinta, porém, foram adicionados aos compromissos de Lula seis novos encontros. São eles:

Primeiro-ministro da Austrália, Anthony Albanese;
Presidente da França, Emmanuel Macron;
Chanceler da Alemanha, Olaf Scholz;
Primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau;
Presidente do Vietnã, Vo Van Thuong;
Secretário-geral da ONU, António Guterres.

Agendas bilaterais

Além das agendas bilaterais no Japão, Lula discutirá pautas de saúde, fome, meio ambiente e tornará a debater questões relacionadas ao conflito entre Rússia e Ucrânia. Ele deve desembarcar nesta quinta-feira e iniciar seu retorno na segunda-feira,22/5.

Confira os horários das agendas:
  • 19.05 – Às 17h (5h no fuso de Brasília), Lula terá uma reunião com o primeiro-ministro da Austrália, Anthony Albanese; 
  • 20.05 Ás 8h45 (20h45 de sexta no Brasil), o presidente irá se encontrar com o primeiro-ministro do Japão, Fumio Kishida. Foi ele que, na posição de presidente temporário do G7 e anfitrião do evento, convidou o presidente para participar da cúpula, durante um telefonema no início de abril;

– Às 10h de sábado (22h de sexta no Brasil), o presidente do Brasil fará a terceira agenda bilateral da viagem, se encontrando com o presidente da Indonésia, Joko Widodo;

– Após o almoço, às 15h (3h de sábado no Brasil), os líderes do G7 e dos oito países convidados (além do Brasil foram chamados Índia, Indonésia, Austrália, Ilhas Cook, Comores, Coreia do Sul e Vietnã) e organizações internacionais farão a primeira sessão de trabalho da cúpula, com o tema “Trabalhando Juntos para enfrentar múltiplas crises”;

– Às 17h55 (5h55 no Brasil), Lula fará mais uma reunião bilateral, desta vez com o presidente da França, Emmanuel Macron;

Em seguida, às 18h25 (6h25 no Brasil), acontece a segunda sessão de trabalho com os participantes da cúpula, com o tema “Esforços conjuntos para um planeta resiliente e sustentável”;

O último compromisso do sábado será às 20h (8h no Brasil), quando o presidente brasileiro irá se reunir com o primeiro-ministro da Alemanha, Olaf Scholz; 

  • 21.05 – Ás 9h40 (21h40 de sábado no Brasil), todos os chefes de delegação e cônjuges farão uma visita ao Parque Memorial da Paz de Hiroshima. O evento inclui uma cerimônia de deposição de flores no local, em homenagem às vítimas da bomba atômica de Hiroshima; 

Depois, às 10h30 (22h30 de sábado no Brasil), ocorre a terceira e última reunião de trabalho da cúpula do G7 com os países convidados, com o tema “Rumo a um mundo pacífico, estável e próspero”;

– Após o almoço, às 14h30 (2h30 de domingo no Brasil), o presidente se reunirá com António Guterres, secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU);

– Às 15h15 (3h15 no Brasil), Lula encontra o primeiro-ministro do Vietnã, Pham Minh Chinh.

Depois, às 17h (5h no Brasil), o presidente terá um encontro com um grupo de empresários japoneses e representantes do banco de financiamento JBIC. Participarão representantes dos conglomerados Mitsui, NEC, Nippon Steel e Toyota;

Antes de embarcar de volta para o Brasil, na segunda-feira, o presidente Lula fará uma coletiva de imprensa às 8h (20h de domingo no horário de Brasília).

Leia mais: Especialista analisa como positivas as viagens de Lula e os fechamentos de acordos internacionais

 

Da Redação com informações Carta Capital e Planalto

Foto: Divulgação / PR

Revisão textual: Érica Moraes

Fique ligado em nossas redes

spot_img

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -