25.3 C
Manaus
quarta-feira, maio 29, 2024

Polícia Militar do Distrito Federal e acionada após nova ameaça de bomba

Uma mala abandonada no local teria levantado suspeitas. O Batalhão de Operações Especiais (Bope) da PMDF está no local

Por

Na tarde desta quinta-feira, 29/12, a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) apura uma nova ameaça de bomba. Equipes da força de segurança se mobilizaram na Quadra 302 do Sudoeste, área nobre de Brasília.

Uma mala abandonada no local teria levantado suspeitas. O Batalhão de Operações Especiais (Bope) da PMDF está no local.

A síndica do prédio teria visto a mala na escada do bloco e acionou a PM. O prédio comercial foi evacuado e a área está isolada. O atendente de uma farmácia localizada no bloco ao lado, Michael Gabriel Silva Oliveira, 21 anos, conta que a movimentação começou por volta de 16h40 no local.

“Vi que havia gente falando sobre suspeita de bomba e quando saí já tinham policiais começando a evacuar a área. Logo depois chegaram os bombeiros”, conta.

Outros casos – O caso é o sexto registrado no DF, desde a semana passada. Apenas nos últimos três dias, às vésperas da posse de Lula, foram cinco acionamentos. Em dois deles, havia bombas reais.

O episódio recente que mais chocou ocorreu no último sábado, 24/12. A PMDF recolheu um explosivo nas proximidades do Aeroporto Internacional de Brasília. Ele estava em um caminhão-tanque que iria para o terminal.

O responsável pela tentativa de ataque foi o empresário bolsonarista George Washington de Oliveira Sousa, 54 anos, que planejava cometer atentados em Brasília, como disse em depoimento à Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF). Ele chegou a afirmar que estava “preparado para matar ou para morrer”. O empresário foi preso com arsenal composto por armas e explosivos, na véspera de Natal.

Da Redação com informações do Metrópoles

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -