25.3 C
Manaus
terça-feira, maio 28, 2024

Prefeito de Rio Preto da Eva, Anderson Sousa, é aclamado presidente da Associação Amazonense de Municípios

Solenidade, que ocorreu na tarde desta quinta-feira, 15/12, em um hotel no Distrito Industrial, contou com a presença de diversas autoridades, entre eles o prefeito de Manaus, David Almeida, que foi nomeado por Anderson como presidente de honra da entidade

Por

Na tarde desta quinta-feira, 15/13, o prefeito de Rio Preto da Eva, Anderson Sousa (União Brasil), foi aclamado presidente da Associação Amazonense de Municípios (AAM). Anderson Sousa encabeça a chapa ‘Municípios Unidos, Estado Fortalecido’, que foi aclamada para comandar a Associação dos Municípios para o biênio 2023-2024.

“Vamos buscar uma gestão participativa, com diálogo aberto com o governo estadual e iniciar um outro com o federal, sem viés partidário, pensando única e exclusivamente na melhoria da vida da nossa gente”, afirmou Sousa.

A solenidade, que ocorreu no auditório do Hotel Comfort, Distrito Industrial, zona centro-sul da capital amazonense, contou com a presença de diversas autoridades, entre eles o prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), que foi nomeado por Anderson como presidente de honra da entidade, além de outros prefeitos, deputados e vereadores.

“Está mais do que na hora de sentarmos, conversarmos e avançarmos nas questões dos municípios. Contem comigo para que esses recursos cheguem aos lugares mais longínquos”, disse David Almeida.

O prefeito de Rio Preto da Eva destacou que a prioridade é fortalecer os municípios “independente de bandeiras políticas, a prioridade é trabalhar para fortalecer os municípios e, em consequência, a vida daqueles que moram no interior”.

Nova diretoria – Além da apresentação do novo presidente, a chapa tem o prefeito de Novo Airão, Roberto Frederico, indicado à vice-presidência.

Como 1º e 2º secretários, a chapa apresenta os prefeitos Anderson Adriano, de Autazes, e Junior Leite, de Maués. Além deles, o prefeito José Claudenor, de Urucurituba, e José Maria, do Juruá, como como 1º e 2º tesoureiro, respectivamente.

Gestão conturbada – Desde 2020, a AAM passou por diversas turbulências em sua gestão, quando Jair Souto (MDB), prefeito de Manaquiri, teve sua reeleição suspensa pela justiça devido a irregularidade detectada por ter sido realizada em desacordo com o estatuto da associação. Na época, com o apoio de 14 prefeitos, Jair Souto, mudou o estatuto e se autoproclamou presidente.

—-

Da Redação com informações da assessoria

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -