27.3 C
Manaus
sexta-feira, fevereiro 23, 2024

Governo Federal corta verba de programa que levava água potável para 1,6 milhão de pessoas no Nordeste

Em comunicado, enviado a um portal de noticias da Paraíba, o Ministério do Desenvolvimento Regional informou na tarde dessa terça-feira, 22/11,  que os recursos para a volta da Operação Carro-Pipa no Estado devem ser liberados na próxima semana pelo Tesouro Nacional. A pasta reconheceu que houve a falta de verbas para a manutenção do serviço, mas já trabalhou junto ao Ministério da Economia para normalizar a distribuição

Por

A operação Carro-Pipa, do Governo Federal, que leva água potável às famílias no semiárido nordestino há mais de 20 anos, teve os recursos cortados neste mês de novembro. O corte fez com que os caminhões parassem o fornecimento do produto para moradores do interior no Nordeste.

A operação Carro-Pipa é financiada com recursos do Exército Brasileiro em parceria com o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR). Ambos confirmaram que a suspensão ocorreu por falta de verbas para continuidade. O MDR diz que alertou o Ministério da Economia sobre a falta de recursos, sem retorno.

O corte de recursos ocorreu, coincidentemente, logo após o segundo turno da eleição, no dia 30 de outubro, em que o presidente Jair Bolsonaro (PL) saiu derrotado.

O primeiro estado a ter o abastecimento suspenso, logo no início do mês, foi Alagoas. Já em Pernambuco, Paraíba e Bahia, a paralisação foi informada apenas na quinzena final de novembro, assim como vem ocorrendo nos demais estados, com os caminhões deixando de prestar o serviço à população.

Corte  – Esta semana, o portal UOL teve acesso a um documento do 72º Batalhão de Infantaria Motorizado, com sede em Petrolina (PE), endereçado a Defesas Civis de municípios de Pernambuco e Bahia.

No documento do dia 14, assinado pelo coronel Paulo Francisco Matheus de Oliveira, o Exército informa que “o recebimento parcial de recursos financeiros para atender a execução do serviço será somente para até o dia 15 de novembro corrente”.

A suspensão, porém, pegou as Defesas Civis, pipeiros e moradores de surpresa. Pela regra, cada família tem direito a 20 litros de água por dia a cada integrante assistido. Ou seja, se a casa tem cinco moradores, são 100 litros diários. Eles já relatam prejuízos.

Explicação –  Em comunicado, enviado a um portal de noticias da Paraíba, o Ministério do Desenvolvimento Regional informou na tarde dessa terça-feira, 22/11,  que os recursos para a volta da Operação Carro-Pipa no Estado devem ser liberados na próxima semana pelo Tesouro Nacional.

A pasta reconheceu que houve a falta de verbas para a manutenção do serviço, mas já trabalhou junto ao Ministério da Economia para normalizar a distribuição.

Em nota a pasta informou que “para assegurar a continuidade da Operação Carro Pipa, a Junta de Execução Orçamentária (JEO) aprovou, na última segunda-feira, 21/ 11,  a liberação de crédito suplementar ao Ministério do Desenvolvimento Regional”.

Só na Paraíba, são 159 municípios atendidos por 674 carros-pipa, que suprem a falta de água para uma população de mais de 272 mil habitantes.

— —

Da Redação com informações do UOL e do Mais PB

Foto: Divulgação

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -