24.3 C
Manaus
quarta-feira, abril 17, 2024

Em Manaus, apoiadores de Bolsonaro pedem intervenção federal em frente ao CMA

Desde as primeiras horas desta quarta-feira, 2/11, que os manifestantes foram chegando ao local e logo pela manhã, a movimentação era tímida, mas logo começou a reter o trânsito na via

Por

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) insatisfeitos com os resultados das urnas no último domingo, 30 de outubro, que deram a vitória ao petista Luiz Inácio da Silva, pedem, em frente ao Comando Militar da Amazônia, localizado na avenida Coronel Teixeira, na zona Oeste de Manaus, por intervenção federal  e apoio do Exército Brasileiro (EB).

Desde as primeiras horas desta quarta-feira, 2/11, que os manifestantes foram chegando ao local e logo pela manhã, a movimentação era tímida, mas logo começou a reter o trânsito na via, por conta do feriado do Dia dos Finados, celebrado hoje, e que muitas pessoas se deslocam para o Cemitério Parque Tarumã, na mesma zona, e utilizam a avenida como acesso principal para chegarem ao local e prestar homenagens aos mortos.

Participam do movimento, grupos de direita que apoiam a gestão de Bolsonaro. O candidato a senador não eleito, Coronel Menezes também esteve no local. De acordo com a Polícia Militar do Amazonas (PMAM), cerca de 700 pessoas participam do ato cantando hinos, com faixas de pedido de intervenção, vestindo camisas verdes e amarelas e muitos empunhando a bandeira brasileira.

Há ainda uma convocação em grupos de direita para uma movimentação maior para a parte da tarde em frente o CMA, a partir das 13h, nominado como “Reage Brasil”. No comunicado, os organizadores pedem para que os apoiadores não compareçam ao movimento com camisas com a foto de Bolsonaro, apenas verdes e amarelas.

AtosHá ainda atos contrários a Lula no Acre, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins.

Eleições – Lula venceu as eleições no último domingo, 30/10, com mais de 50% dos votos válidos em todo o Brasil e assumirá novamente à Presidência da República no próximo dia 1º de janeiro de 2023.

 

Da Redação

Foto: Reprodução

Fique ligado em nossas redes

spot_img

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -