25.3 C
Manaus
sábado, maio 25, 2024

TCE inaugura central de monitoramento para otimizar ações da corte de contas

O sistema possibilitará a geração de painéis gerenciais e achados instantâneos, rankings, índices, mapas, indicadores e demais arranjos gráficos que poderão ser acompanhados pelo setor técnico da Secex, entre outros

Por

O Controle Externo do Tribunal de Contas do Amazonas (Secex/TCE-AM) passou a contar, a partir desta quarta-feira, 15/12, com uma nova central de monitoramento para obter informações de natureza estratégica. O sistema foi inaugurado pelo presidente da corte de contas amazonense, conselheiro Mario de Mello, que destacou as novas funções adquiridas com a central.

“Esse é um instrumento de importância tremenda, já que agora teremos um fato e uma ação imediata do Tribunal de Contas. Temos inclusive a capacidade de avisar aos gestores se estiverem fazendo alguma coisa equivocada, ao mesmo tempo em que municiamos o controle externo. Mais uma vez a corte de contas está avançando nessa área tecnológica”, destacou o presidente do TCE.

Desenvolvido por técnicos da corte de contas e coordenado pelo Departamento de Informações Estratégicas (Deinfe), o sistema utilizará a tecnologia ‘Video Wall’ e servirá, a partir de agora, para monitorar as gestões dos jurisdicionados da corte de contas.

Com foco em âmbitos fiscais, previdenciária, tributária, orçamentária, relativa a obras e serviços de engenharia, transferência voluntária, admissão, saúde, educação, ambiental, entre outras, o sistema conterá uma central de mídia envolvendo computadores, notebooks e televisores para melhor visualização dos dados por parte dos técnicos do TCE-AM.

“Esse sistema faz parte do movimento de modernização que o Tribunal de Contas do Amazonas vem passando. A partir dos monitoramentos feitos pela nova central, poderemos alertar os órgãos especializados no controle das gestões para agirem quando forem detectados problemas relevantes na gestão e até mesmo irregularidades que possam ser corrigidas a tempo”, explicou o diretor de controle externo de tecnologia da informação, Stanley Scherrer.

Além da possibilidade de emissão de alertas por meio do monitoramento constante, o sistema possibilitará a geração de painéis gerenciais e achados instantâneos, rankings, índices, mapas, indicadores e demais arranjos gráficos que poderão ser acompanhados pelo setor técnico da Secex, entre outros.

Sistemas eletrônicos – Após passar por um processo de atualização, os sistemas eletrônicos utilizados no tribunal de contas, para tramitação de processos e dados, foram relançados em suas novas versões na manhã desta quarta-feira. Entre os sistemas atualizados estão o SPEDE, Jurisprudência, SEI! e VPN, com acesso inclusive pelo smartphone sem restrição de local.

O presidente do TCE-AM, conselheiro Mario de Mello, foi quem realizou o primeiro acesso oficial aos sistemas.

“O objetivo é facilitar o trabalho dos nossos servidores que utilizam diariamente os sistemas eletrônicos da Corte de Contas. Os benefícios são inúmeros, com destaque ao fato de que eles poderão utilizar qualquer dispositivo, com segurança, de qualquer lugar do mundo para fazer a tramitação de processos, a atualização de dados e demais necessidades diárias de suas funções”, ressaltou.

Segundo o secretário de tecnologia da informação do TCE-AM, Artur Loureiro, a implantação dos novos sistemas levou pouco mais de um ano, com a programação feita totalmente pelos técnicos do Tribunal de Contas.

“Conseguimos fazer essas atualizações em tempo recorde. Para desenvolver novos programas, substituir equipamentos, fazer o treinamento dos servidores, necessita de tempo, e hoje estamos com a apresentação desses sistemas já prontos para serem utilizados, o que é fantástico”, disse o secretário.

Ainda segundo Artur Loureiro, o acesso utiliza a base de dados do data center do TCE-AM, localizado na Secretaria de Tecnologia da Informação (Setin).

“O acesso pode ser feito de forma bastante simples e segura, o que é mais importante. Os servidores podem utilizar por meio do computador, do celular, tablet, não importando o local onde você esteja. Antes, era preciso um computador totalmente configurado para a utilização do sistema, hoje essa barreira foi vencida e da forma mais segura, utilizando a base de dados do próprio data center do Tribunal de Contas”, complementou.

— —

Da Redação com informações da assessoria de imprensa

Foto: Divulgação

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -