26.3 C
Manaus
sexta-feira, maio 17, 2024

Keitton Pinheiro assume missão de continuar legado da família e ‘turbinar’ Coari com a atração de inovação e tecnologia

Em entrevista exclusiva ao Portal O Convergente, o candidato falou sobre suas propostas, entre elas o de transformar Coari no próximo “Vale do Silício”, região conhecida por concentrar diversas empresas de tecnologia da informação, computação, aceleradoras, entre outras

Por

“Minha prioridade será cuidar das pessoas. Já reconstruímos a cidade. Agora temos condições de focar ainda mais nas pessoas, com mais oportunidades em todas as áreas”, declarou o candidato a prefeito de Coari, Keitton Pinheiro (PP) ao Portal O Convergente sobre quais devem ser suas primeiras ações, caso seja eleito na Eleição Suplementar do município, marcada para o próximo dia 5 de dezembro.

O representante da família Pinheiro, Keitton Pinheiro foi eleito vice-prefeito de Coari, em 2020, na chapa encabeçada pelo ex-prefeito do município Adail Pinheiro Filho (PP), mas os dois tiveram a candidatura cassada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM), o que resultou na invalidade do pleito.

Agora, à frente da coligação “Unidos por Coari”, tendo como vice o vereador Edilson Lima (Republicanos), Keitton busca manter a manutenção da família Pinheiro na gestão do município com apoio do tio, o ex-prefeito da cidade, Adail Pinheiro e dos primos Adail Filho e Mayara Pinheiro, deputada estadual, que são expoentes importantes na política de Coari.

Além de Keitton, o radialista Robson Tiradentes Junior (PSC), José Henrique Oliveira (PL), e Aldemir Almeida Mitouso (PSB), o Mil Mitouso, disputam as eleições suplementares de Coari. Após as convenções partidárias realizadas no último dia 30 de outubro em Coari, o clima esquentou entre os quatro candidatos.

Acusações de lado a lado, ironias e afrontas seguem dando tom nos discursos de candidatos e de seus apoiadores nas reuniões, comícios e redes sociais, principalmente, entre Keitton Pinheiro, que segue em primeiro lugar nas intenções de votos entre os coarienses, e seu principal adversário, Robson Tiradentes Junior.

Em entrevista ao Portal O Convergente, Keitton Pinheiro destacou que, dentre os candidatos a prefeito da cidade, ele é o único a disputar o pleito que possui graduação e pós-graduação em Administração. Ele também se diz o mais preparado para administrar Coari, uma vez que já possui vasta experiência eletiva no município. O candidato a prefeito já foi vereador e secretário de Governo da cidade.

“Mais do que conhecimento em âmbito acadêmico, também sou o único no pleito com maior experiência na gestão da cidade. Como presidente da Câmara, por duas vezes, tive a oportunidade de gerir os destinos de nossa cidade, além de garantir que a Câmara Municipal de Coari estivesse consciente da necessidade de contribuir para o desenvolvendo da cidade”, declarou.

Keitton destacou que “se colocar na balança” suas atividades eletivas, ele tem experiência administrativa maior que os demais candidatos, o que permitirá a ele chegar à Prefeitura de Coari trabalhando ao invés de demorar um mandato inteiro para aprender como se faz o trabalho.

“Minha prioridade será cuidar das pessoas. Já reconstruímos a cidade. Agora temos condições de focar ainda mais nas pessoas, com mais oportunidades em todas as áreas. Já vamos chegar à prefeitura trabalhando, ao invés de ficar um mandato interior para aprender como se faz o trabalho”, disse insinuando que por nenhum dos seus oponentes possuir experiência em cargos eletivos haveria muita dificuldade na administração pública.

Tempo de campanha – Com pouco tempo para realizar a campanha, os candidatos correm contra o tempo para ganhar o eleitorado e garantir a administração do município que possui o maior Produto Interno Bruto (PIB) do Amazonas, por conta dos royalties de petróleo. A chapa de Keitton Pinheiro, “Unidos por Coari”, aposta no Plano de Governo desenvolvido com o primo Adail Filho e que devido a cassação não chegou a ser colocado em prática como o previsto.

“Nosso plano de governo já estava pronto. Se nossos opositores respeitassem a vontade legítima do povo em escolher essas políticas públicas já estariam em execução. Lamentavelmente nossos adversários nunca vencem no voto e buscam inviabilizar mais melhorias com esse tipo de instabilidade. Mas a população é sábia e vê isso de forma cristalina. Não é à toa que nossos encontros aumentam a cada dia. Quão mais nosso povo é desrespeitado mais determinado permanecem ao lado do nosso grupo”, afirmou Keitton.

O processo que motivou a cassação da candidatura de Adail Filho e Keitton Pinheiro foi feito pela coligação “Ficha Limpa para Coari”, que tinha Robson Tiradentes Júnior como candidato a prefeito, em 2020.

Propostas – Com relação as propostas para melhorar a economia em Coari o principal desafio, conforme o candidato, é promover maior equidade na distribuição de riquezas. Conforme Keitton, o maior desafio de todos os municípios do interior do Amazonas é a geração de emprego e renda, muito porque as empresas tendem a se instalar em Manaus.

“Nosso estado é gigante. Precisamos atrair novos investimentos para Coari e para isso queremos instalar no município um polo que possa atender, de forma estratégica, municípios mais distantes, dispondo de políticas de atração para instalação de novos empreendimentos. Não adianta asfaltar toda a cidade apenas. Nossa meta, como grupo, é preparar cada vez mais Coari para que novas oportunidades sejam criadas e nosso povo possa ter em maior escala oportunidades para trabalhar”, enfatizou.

Keitton informou que dentre as propostas do seu Plano de Governo está o lançamento dos projetos “Educação 4.0, e a Saúde 4.0”. “Com este conceito estamos dizendo que vamos ampliar o uso de tecnologias tanto para a formação quanto para o cuidado das pessoas. A tecnologia unida ao ser humano potencializa os avanços. Quero fazer de nossa educação um celeiro para o Amazonas, de mentes preparadas para essa nova revolução tecnológica”, pontuou.

Ainda com relação a inovação e tecnologia, o candidato disse que pensa Coari como o próximo “Vale do Silício”, região que fica situada na Califórnia, nos Estados Unidos, conhecida por concentrar diversas empresas de tecnologia da informação, computação, aceleradoras, entre outras.

“Vamos ampliar nossa saúde básica ainda mais além da Vigilância em Saúde. Ampliar nossa atenção especializada e hospitalar, além da questão do monitoramento de crônicos. Aliás, falando em propostas, fomos a primeira coligação a fazer o registro junto à Justiça e entregar nosso Plano de Governo completo”, detalhou.

Keitton pontuou que após o grupo político da qual faz parte retomar o comando da cidade, Coari entrou em um processo de reconstrução, com salários de servidores em dia, construção de escolas, reativação e ampliação de Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) e, segundo ele, Coari foi o único município que pagou 16º salário aos professores da rede municipal de ensino.

“Nos últimos anos iniciamos a reconstrução de Coari. Nunca atrasamos salários. Fomos o único município a pagar até 16º salário para os professores e o que mais construiu escolas. Valorizamos os professores com o maior abono da história e o plano de cargos e carreira do magistério. Reativamos e ampliamos as UBS’s. Temos a melhor saúde básica do Amazonas. Nossa Guarda Municipal é uma referência e será a primeira do Amazonas com o devido preparo e autorizada ao uso de armas, ampliando ainda mais nossa segurança. Mas isto não pode ser interrompido novamente”, disse.

O candidato fez questão de enfatizar que é de Coari e que tem responsabilidade em garantir que os avanços na cidade continuem. “Sou de Coari. Nasci aqui e tenho a responsabilidade de garantir que os avanços continuem chegando ao povo. O meu principal projeto é garantir que Coari não retroceda novamente”, falou referindo-se a gestões anteriores da família Pinheiro que, segundo Keitton, deixaram a infraestrutura da cidade destruída, com salários atrasados, com a prefeitura endividada e afundada na violência.

Família Pinheiro – Perguntado se o sobrenome Pinheiro aumenta a responsabilidade, o peso e as cobranças por se tratar de uma família que possui trajetória de sucesso nas urnas em Coari ou se encara com naturalidade o desafio, Keitton declarou que a responsabilidade sobre ele é “gigantesca” e que não poderá fazer menos do que Adail Pinheiro e Adail Filho fizeram pelo município.

“A responsabilidade sobre mim é gigante. Não posso fazer menos. E será pela união da experiência com a técnica que vamos garantir mais dias felizes e prósperos para os coarienses”, falou.

Keitton ainda foi enfático em dizer que a família Pinheiro não perde eleições na cidade em razão do trabalho que outros membros da família desempenharam enquanto gestores, especialmente seu tio e seu primo.

“A família Pinheiro não perde eleições nas urnas por um motivo simples: trabalho. A oposição tenta passar a ideia de que as coisas se resolvem com dinheiro. Se fosse assim ninguém saía do poder. Tudo o que existe em Coari ou foi construído pelo Adail Pinheiro ou pelo Adail Filho. Da vez que a oposição assumiu no tapetão, a cidade foi destruída. A história está aí para provar. Tanto Adail Pinheiro quanto Adail Filho honraram a confiança do grupo político e de Coari com as melhores gestões da história do interior do Amazonas. Por isso foram muito perseguidos”, opinou.

Questionado sobre a importância de Adail Pinheiro em sua trajetória política e pretende se aconselhar com o tio caso seja eleito, Keitton declarou que Adail Pinheiro tem uma história para ser ouvida e respeita, destacando que a experiência do ex-prefeito de Coari somará muito à sua gestão do município.

“Quando cogitaram que ele (Adail Pinheiro) poderia ser vice-governador mobilizaram uma avalanche para destruí-lo. Foi condenado em um processo sem vítima por um juiz comprovadamente pedófilo. Nenhuma das atrizes usadas na TV o acusaram nos tribunais, pois ficou clara a trama e nem elas mesmas quiseram chancelar essa injustiça. Coari viu tudo isso. Basta uma única visita à nossa cidade para descobrir que o que falam daqui é uma falácia. Respeito e admiro tudo o que Adail Pinheiro conquistou por Coari. Ele tem muito a contribuir pois conhece o povo como ninguém. Não se administra para grupos políticos ou para prédios, se administra para pessoas. E sem dúvidas sua experiência de homem público somará muito nessa trajetória”, ressaltou.

Perseguição política – A disputa pelo comando de Coari tem ocasionado um verdadeiro embate entre os candidatos a prefeito. Constantemente os ataques são direcionados à família Pinheiro. Indagado sobre a forma com que recebe os ataques, Keitton declarou que as ações não são contra sua família, mas sim contra o povo de Coari.

“Esses ataques não são contra a família Pinheiro, são contra o povo de Coari, a tudo que somos. Se ataca nossa família porque ela foi quem conquistou o respeito dos coarienses. O que miram é o poder. Isto é claro. Em todas as rodas só se fala isso. E é a mais pura verdade. Só ataca a família Pinheiro quem não conhece nosso trabalho ou quem é de oposição. Oposição não muda nunca, por isso que dou graças a Deus por existirem as redes sociais, assim qualquer um pode conferir a verdade. Caso contrário, permaneceriam sendo iludidos por bandidos no rádio”, falou em uma clara referência ao seu principal adversário, o radialista Robson Tiradentes Junior.

Ao ser indagado sobre o que sonha para o município, o candidato da chapa “Unidos por Coari” ressaltou que o povo coariense é criativo, festivo, estudioso, trabalhador e não merece ser alvo de mentiras, Fake News e outras artimanhas somente por poder.

“Quero que Coari pare de ser alvo de mentiras, que parem de criar fake news sobre quem somos. Nosso povo é honrado, trabalhador, estudioso. O único que está no pleito que não é de Coari, mesmo sendo de família rica e radialista, sequer tem o ensino médio completo (referência a Robson Tiradentes Junior). Os outros têm nível superior completo e no meu caso até pós-graduação. Nosso povo é criativo, festivo, que acorda cedo e faz acontecer. Se o resultado das urnas se confirmar vou trazer veículos de comunicação do Estado para conhecer de fato a cidade, para que mostrem para o mundo a nossa realidade e não essa imagem inexistente de Coari que criaram. Para isso vamos primeiro eliminar no voto esses bandidos que insistem em macular a imagem de nossa gente para tentar conquistar o poder, em seguida vamos garantir que nossa gente nunca mais volte a ser maculada por forasteiros”, concluiu.

Fotos:

 

——-

Por Lana Honorato

Ilustração: Marcus Reis

Fotos: Divulgação

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -