27.3 C
Manaus
quarta-feira, maio 22, 2024

Centro histórico: TCE-AM comemora 71 anos com lançamento da ‘Casa TCE’

"Projeto Casa TCE-AM – Século 22" irá restaurar a 2ª sede da história da Corte de Contas, localizada no tradicional Complexo Boothline, na rua Tamandaré, ao lado do porto de Manaus. O local terá uma série de intervenções e atrações turísticas e culturais para a ilha de São Vicente.

Por

Comemorar o presente, resgatar o passado e assegurar o futuro. Em celebração aos 71 anos de criação, o Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) lançou, no fim da tarde desta quinta-feira, 14/10, o “Projeto Casa TCE-AM – Século 22”, que irá restaurar a 2ª sede da história da Corte de Contas, localizada no tradicional Complexo Boothline, na rua Tamandaré, ao lado do porto de Manaus. O local terá uma série de intervenções e atrações turísticas e culturais para a ilha de São Vicente.

“Se hoje o Tribunal de Contas do Amazonas é respeitado pelo trabalho desenvolvido para preservar o bom uso do dinheiro público, tudo se deve ao seu início. Essa restauração representa um marco no resgate da história do Tribunal. Quis o destino que eu estivesse como presidente neste importante momento. Que venham mais 71 anos de bom trabalho da nossa Corte de Contas”, disse o presidente do TCE, conselheiro Mario de Mello.

A restauração do complexo acontece após assinatura de parceria público-privada envolvendo o TCE-AM, a Prefeitura de Manaus e o Grupo UAI/Fundação Doimo. Após a conclusão das obras de recuperação, a partir de 2022, o local funcionará como um museu virtual para eternizar os métodos e práticas aplicadas pelos técnicos da Corte de Contas amazonense.

Além dos conselheiros do TCE-AM, a solenidade de lançamento do projeto contou com a participação do prefeito de Manaus, David Almeida; do ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), João Augusto Ribeiro Nardes; do presidente do Instituto Ruy Barbosa (IRB), conselheiro Ivan Bonilla, além de secretários estaduais e municipais e demais autoridades locais.

O prefeito David Almeida destacou que a ação faz parte do projeto “Nosso Centro”. “Fico feliz de no início da nossa gestão, eu ter percorrido esse local e visto esse prédio histórico juntamente com o Carlos Valente (titular do Implurb). Ele falava da possibilidade dessa parceria e quero destacar exatamente essa parceria para que nós agora déssemos esse pontapé inicial do resgate histórico que faz parte do projeto denominado Nosso Centro, que visa trazer vida ao centro de Manaus”, enfatizou Almeida.

Para o chefe do Executivo municipal, é necessário que a população de Manaus possa começar a contemplar a sua maior riqueza: o rio Negro.

“Manaus, infelizmente, é uma cidade que está de costas para aquela que é a sua maior beleza, o rio Negro. É justamente aí que entra esta iniciativa de resgate do prédio Boothline construído ainda na época dos ingleses. Vamos também resgatar, nos próximos três anos, o nosso mirante e marina do centro de Manaus. Ele será integrado a um teleférico saindo de lá do alto do bairro de São Raimundo até o Centro. Além disso, iniciaremos daqui a 10 dias, a recuperação asfáltica da estrada que dá acesso ao parque Encontro das Águas (zona Leste). Todas essas ações vão impulsionar o turismo na cidade”, afirmou o prefeito.

Confira galeria:

O “Casa TCE” – Segundo o chefe do Departamento de Pesquisa e Memória do TCE-AM, Josetito Lindoso, o trabalho de recuperação e preservação da história da Corte de Contas, que vem sendo feito há alguns anos, chega a mais um momento especial.

“O processo de resgate da história do Tribunal de Contas do Amazonas é algo que precisa ser permanente. Apesar de termos conseguido recuperar documentos, objetos, cartas e objetos que compõem a história do Tribunal, precisamos fazer com que o que temos e fazemos hoje seja também eternizado. O Projeto Casa TCE-AM serve justamente para garantir que a história da Corte de Contas seja preservada por um longo tempo”, explicou o Josetito Lindoso.

Além das grandes reformas estruturais para tornar o prédio visualmente turístico, a ideia do projeto de revitalização é de reativar o funcionamento do prédio para trabalhos da Corte de Contas. Inicialmente, o prédio deverá servir como uma base de estudos do Tribunal, contribuindo com pesquisas direcionadas às atividades exercidas pela Corte de Contas.

As próximas fases de planejamento irão englobar os projetos de ocupação e arquitetônicos, para melhor definir as estruturas que serão revitalizadas e as expansões a serem feitas para atender à sociedade e, ao mesmo tempo, preservar a história do Centro e da Corte de Contas.

Além do Projeto Casa TCE-AM, o Tribunal de Contas do Amazonas também conta com o Museu, localizado na sede da Corte de Contas, na avenida Efigênio Sales, bairro Parque Dez. O local conta com réplicas fiéis do primeiro plenário da Corte de Contas, além de objetos, fotos e documentos que retratam a história do Tribunal.

A programação de aniversário do TCE-AM finaliza nesta sexta-feira, 15, no auditório do TCE, com a entrega do “Colar do Mérito de Contas” a pessoas que contribuíram e se destacaram por serviços relevantes prestados à sociedade amazonense.

Pela manhã – O segundo dia de solenidades pelo aniversário de 71 anos do TCE-AM foi marcado por homenagens e inaugurações de novos ambientes da Corte de Contas. A programação iniciou na manhã no prédio da Corte de Contas. O resgate da história do TCE-AM tem sido a principal temática das solenidades. Ao falar sobre o evento, o presidente Mario de Mello destacou a importância desta atitude.

“Com o resgaste histórico, lembraremos sempre de onde viemos, onde estamos e cuidando para que o nosso futuro seja melhor. Desfrutemos dessa beleza, seja por meio de arte, de livros, de museus ou do contar de histórias”, disse o presidente do Tribunal de Contas, conselheiro Mario de Mello.

Ao iniciar as solenidades um padre e um pastor abençoaram o evento, onde foram desejadas paz e prosperidade aos integrantes servidores e colaboradores do TCE. Após as bênçãos, o presidente do TCE-AM, conselheiro Mario de Mello, entregou aos familiares dos conselheiros Armando Andrade de Menezes, Coriolano Cidade Londoso, José Raimundo Franco de Sá, José Ribeiro do Nascimento e Paulo Pinto Nery, um exemplar do ‘Projeto Memória’, que, por meio de fotos, documentos e relatos, conta a história de conselheiros que presidiram a Corte de Contas.

Confira galeria:

Ainda durante a manhã desta quinta-feira (14), foi feita a apresentação de um painel artístico em um dos corredores do prédio principal do TCE-AM. A arte foi feita pelos artistas João Bosco e Rícolla Paiva, que demonstraram, em imagens, a história do Tribunal em seus 71 anos de existência.

“Lembraremos sempre de onde viemos, onde estamos – inseridos na imensa e rica floresta amazônica – e cuidando para que o nosso futuro seja melhor”, afirmou o presidente do TCE-AM, conselheiro Mario de Mello, durante a inauguração do painel artístico. ​​

Após a apresentação do painel artístico, foram inaugurados os estúdios de Rádio e Televisão do Tribunal de Contas, que levam o nome do falecido conselheiro João dos Santos Pereira Braga, figura notória no rádio amazonense. Os estúdios contam com equipamentos de ponta e colaboram na produção de conteúdos sonoros e audiovisuais da Corte de Contas, bem como transmitem, ao vivo, as programações do TCE-AM.

“As ferramentas da Comunicação, em especial do mundo cibernético, são fundamentais para o exercício de nossas funções, bem como para permitir o acesso mais fácil dos jurisdicionados a tudo o que lhes diz respeito, cumprindo-se, na íntegra, o princípio constitucional da publicidade, que importa em mais transparência e produtividade por parte da Administração”, disse o presidente Mario de Mello, ao ressaltar a importância da comunicação institucional.

O diretor de Comunicação do TCE-AM, Elvis Chaves, elogiou o empenho do presidente pela construção dos estúdios, e elogiou a grande estrutura montada.

“Para quem esteve aqui desde o início da comunicação do TCE, hoje, vive um sonho vendo a estrutura que foi montada. Temos uma equipe de ponta e uma excelente estrutura. Nossa gratidão é com todos que nos ajudaram neste objetivo. Nossa capacidade produtiva é cada vez maior, e os resultados são cada vez mais significativos”, destacou o diretor de Comunicação, Elvis Chaves.

Também foi inaugurada a sala VIP “José Ribeiro”, feita para reuniões e eventos da Corte de Contas.

— —

Com informações da assessoria de imprensa

Fotos: Altemar Alcantara / Semcom e Ana Cláudia Jatahy / TCE

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -