27.3 C
Manaus
sábado, março 2, 2024

São Gabriel da Cachoeira pretende gastar R$ 4,5 milhões com bens de luxo, entre eles 10 drones

Entre os 36 artigos que o prefeito do município, Clóvis Saldanha pretende comprar estão 112 batedeiras industriais, 17 máquinas de lavar, 38 aparelhos frigobar, além dos 10 drones. Cada drone vai sair por R$ 13 mil

Por

Na mira do Ministério Público do Amazonas (MP-AM) por suspeitas de superfaturamento em licitações, a Prefeitura de São Gabriel da Cachoeira (distante 862 quilômetros de Manaus) segue fazendo licitações exorbitantes e inusitadas. Dessa vez, a gestão do prefeito Clóvis Saldanha (PT) pretende gastar mais de R$ 4,5 milhões com a aquisição de materiais elétricos e eletrônicos, entre eles 10 drones ao valor de R$ 13 mil cada um.

Conforme o Diário Eletrônico dos Municípios do Amazonas, entre os 36 artigos descritos no despacho de homologação Nº 019/2021 estão: 112 batedeiras industriais por R$ 425.600,00; 17 máquinas de lavar por R$ 47.345,00; 38 aparelhos frigobar por R$ 67.640,00, além dos 10 drones.

Nem mesmo a Prefeitura de Manaus dispõe de drones em seus materiais de expediente. Conforme a Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom), quando necessário o órgão agenda a utilização de drone com uma das agências contratadas para a prestação do serviço.

O documento de licitação dos produtos traz as assinaturas do prefeito de São Gabriel da Cachoeira, Clóvis Saldanha e do presidente da Comissão Municipal de Licitação do município, Ariton Lopes Nogueira. Ambos são investigados em inquérito civil por suposta fraude em licitação, improbidade administrativa e enriquecimento ilícito.

Conforme o aviso do pregão presencial assinado por Nogueira ele se presta para a eventual aquisição “pelo menor preço por item, de material eletrônico para entender as demandas da Prefeitura de São Gabriel da Cachoeira”.

Confira os documentos:

Empresa vencedora – Para a aquisição de diversos materiais pelo menor preço, normalmente, as homologações apresentam mais de uma empresa para atender todas as demandas. Dessa vez, a compra de todos os itens solicitados pelo município de São Gabriel da Cachoeira ficou sob a responsabilidade da MX Tecnologia e Consultoria Eireli.

A empresa, com o CNPJ 26.647.522/0001-73, está localizada no bairro Adrianópolis, em Manaus, e tem como representante legal Carlos Eduardo Souza Teixeira.

Sobre o assunto, a reportagem entrou em contato com a assessoria de comunicação e com o chefe de gabinete da Prefeitura de São Gabriel da Cachoeira para mais esclarecimentos, mas não obteve retorno até o fechamento dessa matéria.
– – –
Por Juliana Freire

Foto: Divulgação / Ilustração: Marcus Reis

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -