29.3 C
Manaus
quarta-feira, junho 12, 2024

População sofre efeitos da cheia e da pandemia, mas Prefeitura de Carauari investe R$ 4,1 milhões em quadras esportivas

Ainda sofrendo os efeitos da cheia histórica e da pandemia de Covid- 19, que deixaram trabalhadores desempregados e famílias desabrigadas, a Prefeitura de Carauari prioriza a construção de quadras esportivas por mais de R$ 4 milhões. População reclama da falta de assistência por parte do executivo municipal

Por

A Prefeitura de Carauari (distante 787 quilômetros de Manaus) planeja contratar quatro empresas para a construção de quadras esportivas. Os contratos assinados pelo vice-prefeito, José Cardoso Viana (PL) compreendem acordos para construção de quadras esportivas por mais de meio milhão, valor superior aos praticados em outros estados brasileiros. As informações constam no Diário Eletrônico dos Municípios do Amazonas.

Com população estimada em 28.508 habitantes, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a prefeitura projeta gastar mais de R$ 4 milhões “com obras e serviços de engenharia visando a construção de quadra coberta”.

Para a execução das obras de levantamento de quadras esportivas cobertas, o município homologou seis pregões presenciais. O valor estipulado para cada quadra será, em média, de R$ 689 mil, o dobro da cotação feita pela Prefeitura de Morrinhos, em Goiás, por exemplo, para a mesma finalidade.

Conforme pesquisa de mercado, em 2020, a construção de uma quadra poliesportiva no município de Morrinhos, com a inclusão dos serviços preliminares de raspagem e limpeza de terreno; estrutura, tubulações, blocos, estacas, vigas, concreto armado, alvenaria, estrutura metálica, cobertura; revestimento de paredes e piso, pintura, instalação elétrica, instalação de água, além dos serviços de limpeza foi cotada por R$ 346.830,64. Metade do valor para a construção em Carauari.

Confira a cotação:

As quadras de Carauari serão construídas nas escolas municipais: Manuel Silva Cunha, Santo Antônio, José Maria Bahia Ramalho, São Francisco, São José e Geraldo Cruz. As empresas contempladas pelo pregão foram a Colasam Construções e Instalações Industrial Ltda; VJ Pereira de Andrade; Advisor Assessoria Empresarial Eireli e Lusada Construções Ltda.

A Colasam Construções e Instalações Industrial Ltda fará três obras e receberá da Prefeitura de Carauari R$ 2.036.065,46; a VJ Pereira de Andrade receberá R$ 689.039,50; a Advisor Assessoria Empresarial Eireli, R$ 689.036,52 e a Lusada Construções Ltda receberá R$ 689.132,87. Ao todo, as empresas receberão o montante de R$ 4.103.274,35.

Confira os documentos:

Penalizado pela cheia – O município de Carauari foi um dos mais duramente afetados pela cheia histórica que atingiu a região Amazônica neste ano. A expressiva subida do rio Juruá afligiu agricultores e moradores, que tiveram as casas invadidas pelas águas. Além da cheia, o munícipio ainda padece com os feitos da pandemia de Covid-19. Sobre o assunto, o advogado Dr. Linylson França, morador do município, falou ao O Convergente sobre a prioridade da prefeitura neste momento.

“Além da situação de pandemia, onde está tudo parado não havendo nenhuma prática esportiva no município, dentro da cidade já existem quadras cobertas. Não há urgência neste momento para tal demanda. A infraestrutura do município está muito precária, ruas com lamas, estradas intrafegáveis, prejudicando os moradores e produtores rurais”, criticou França.

Sobre o assunto, o Portal O Convergente entrou em contato com a Prefeitura de Carauari para questionamentos sobre o tempo de vigência dos contratos e previsão de entrega das obras, mas não obteve retorno até o fechamento da matéria.
— —
Por Juliana Freire

Foto: Divulgação / Ilustração: Marcus Reis

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -