29.3 C
Manaus
quarta-feira, junho 12, 2024

PCdoB não terá candidato ao governo do Estado e Marcelo Amil anuncia desfiliação da sigla

Amil não descartou concorrer ao governo do Amazonas nas eleições de 2022 e diz já estar em tratativas quanto a um novo partido. Decisão se deu após o PCdoB confirmar que não terá candidatura própria na disputa ao governo, no ano que vem.

Por

Pré-candidato ao governo do Amazonas nas eleições de 2022, Marcelo Amil anunciou nesta segunda-feira, 17/19, sua saída do Partido Comunista do Brasil (PCdoB). A desfiliação, segundo ele, foi motivada pela falta de interesse do partido em ter uma candidatura própria ao Governo do Estado.

“O PCdoB tem uma resolução determinando que não vai ter candidatura própria ao governo, e eu estou construindo uma candidatura própria. Entendo que os projetos estavam dissonantes e não haveria espaço para minha candidatura. Então eu informei o meu desligamento”, explicou ele ao Portal O Convergente.

Amil garantiu ainda não ter outro partido em vista, mas afirmou já está em tratativas quanto a isso. “Eu vou conversar essa semana e na semana que vem com diversos partidos, todos no campo progressista. Eu sou de esquerda, continuarei na esquerda e vou disputar a eleição por um partido de esquerda. Esse é o destino. Em algum momento eu vou anunciar um novo partido, mas nesse momento ainda não. Estou em fase de conversas”.

O anúncio sobre seu desligamento do PCdoB foi feito por meio das redes sociais, mas ele não havia detalhado a motivação. Na justificativa, dada por meio de uma nota oficial, Amil disse apenas ter concluído mais um ciclo em sua vida. “Após cerca de um ano e meio encerro minha caminhada no PCdoB. Revi amigos, reouvi ensinamentos, hoje, já mais maduro, pude inclusive deixar alguns ensinamentos também. Mas acima de tudo, fica o regozijo de ver que bandeiras históricas continuam sendo defendidas com firmeza”.

No esclarecimento, ele se diz preparado para novos desafios. “Tenho me preparado com afinco para apresentar uma proposta diferente e melhor para o Amazonas. Busco construir essa proposta estudando, visitando o interior, discutindo com atores do processo, ouvindo as pessoas. Sou um homem de esquerda, e nesse momento não pode haver dúvidas quanto ao lado das pessoas. Tenho lado e deixo isso bem claro”.

Sua saída do PCdoB ocorre um ano e meio após o advogado retornar à sigla e participar como candidato majoritário da campanha à Prefeitura de Manaus.

Em maio deste ano, Amil já havia anunciado a sua pretensão de ser candidato ao Governo do Amazonas nas eleições do ano que vem. Uma carta de apresentação da pré-candidatura chegou a ser encaminhada ao Comitê Estadual do partido, mas não houve confirmação sobre o lançamento de candidatura própria.

Em sua trajetória política, Marcelo Amil passou pelo Partido da Mobilização Nacional (PMN), onde assumiu o cargo de presidente estadual. Ele saiu da sigla no início de 2020, a tempo de participar da disputa eleitoral à Prefeitura de Manaus pelo PCdoB.

— —

Por Izabel Guedes com informações da assessoria

Foto: Divulgação

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -