26.3 C
Manaus
terça-feira, julho 16, 2024

Amazonino lamenta ataques criminosos e afirma que a ‘chama da esperança não está morta’

O ex-governador falou contra os narcotraficantes e criticou a atuação do governo do Estado na gestão da crise. Amazonino sinalizou, mais uma vez, seu desejo de concorrer às eleições de 2022

Por

Por meio de uma rede social, o ex-governador Amazonino Mendes (Podemos) divulgou um vídeo lamentando os ataques de integrantes de organizações criminosas no Amazonas, ocorridos nos últimos dias na capital e em outros sete municípios do interior, em uma nítida alusão às eleições de 2022. O ex-governador afirmou que com essas ações, o narcotráfico disse que “manda no Estado”.

“O terror passou a morar nas nossas vidas. O narcotráfico veio bater no peito, dizendo quem manda aqui sou eu, não é o governador. Que vergonha, que torpeza. O Estado desmoralizado. Eu repito, a que ponto chegamos! Quem imaginaria que poderíamos sofrer este vexame?”, questionou.

Em outro trecho do vídeo, Amazonino destaca que as ações criminosas precisam ser investigadas. “Narcotráfico está em todo país, e por que fizeram isso em Manaus? É preciso levantar isso, investigar, ir a fundo. Desconfio honestamente que há muita coisa podre por aí”, pontuou.

Por fim, em uma explícita referência as eleições de 2022, Amazonino Mendes destacou que a chama da esperança não estava morta. “Este equívoco, que tomou conta do Estado do Amazonas, haverá de sumir. Eu diria a você, a chama da esperança não está morta. É isso aí, minha solidariedade, meu abraço a todos”, finalizou o ex-governador.

Disputa eleitoral – No último dia 16 de abril, o deputado estadual Wilker Barreto (Podemos), ao lado da presidente nacional do Podemos, Renata Abreu, anunciou o ex-governador do Estado, Amazonino Mendes como o novo presidente da sigla no Amazonas.

Na ocasião, Wilker Barreto falou ao Portal O Convergente que o partido tem total interesse que Amazonino Mendes dispute as próximas eleições estaduais.

“Nosso interesse na disputa para Governo é total com a ida do Amazonino para a presidência do partido no Estado. Ele é uma figura forte no partido e no cenário político do país. Então, todo planejamento, da questão de ele ter ido para o partido, também gira em torno das eleições 2022. É o fortalecimento do Podemos”, ressaltou Barreto.

Veja aqui o vídeo:

 


Por Lana Honorato

Ilustração: Marcus Reis

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -