27.3 C
Manaus
terça-feira, julho 16, 2024

Gestão Wilson Lima gasta R$ 12 milhões com publicidade e destina apenas R$ 4 milhões para vítimas da cheia

Conforme denúncia feita na Aleam, o governo estadual firmou contratos, em fevereiro deste ano, destinando R$ 12 milhões para publicidades institucionais favorecendo Detran e Cosama. Para o Detran foram autorizados gastos de R$ 8 milhões e para Cosama de R$ 4 milhões

Por

A gestão do governador Wilson Lima (PSC) voltou a ser alvo de críticas na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam). Desta vez, o motivo foi o gasto de R$ 12 milhões com propaganda institucional para o Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) e para a Companhia de Saneamento do Amazonas (Cosama). O Governo do Amazonas destinou apenas R$ 4,5 milhões para compra de madeiras para atender os municípios do Estado que decretaram situação de emergência devido as cheias dos rios.

As críticas partiram do deputado estadual Wilker Barreto (Podemos), que usou seu tempo no pequeno expediente para exibir uma reportagem jornalística no âmbito nacional sobre as cheias, que afetam 55 dos 62 munícipios do Estado, segundo a Defesa Civil, para chamar atenção quanto a importância dada pelo Estado a situação da população amazonense.

O deputado criticou o fato de o Estado do Amazonas ter destinado apenas R$ R$ 4,5 milhões de ajuda humanitária aos munícipios, enquanto destinou valor quase três vezes superior para publicidade governamental de dois órgãos.

Barreto informou que ingressou com um pedido de esclarecimentos junto ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) quanto aos gastos. Para o parlamentar, o montante destinado à publicidade do Detran e da Cosama é um “luxo” desnecessário para o momento que o Amazonas vivencia. Segundo os cálculos do deputado, esse valor poderia beneficiar quase 40 mil pessoas que já tiveram a moradia atingida pela enchente recorde.

“Num estado que está sendo assolado por pandemia e por uma cheia histórica, como se dar ao luxo de gastar R$ 8 milhões com propaganda para o Detran e R$ 4 milhões com a Cosama? Já entrei no Tribunal de Contas para pedir esclarecimentos. Se eles estão licitando é porque tem recurso […] R$ 12 milhões dividido por R$ 300,00, que é a ajuda para pessoas afetadas pela cheia, nós estamos falando de quase 40 mil pessoas a mais que podiam ser socorridas”, explificou o deputado.

Defesa Civil – Para ter mais informações acerca do recurso destinado para a calamidade, o deputado apresentou um requerimento convidando o secretário da Defesa Civil, Tenente-Coronel Francisco Passos a dar mais informações sobre o orçamento estadual no socorro aos amazonenses que sofrem com as cheias dos rios.

“Podemos fazer em conjunto, novamente, convidar o secretário da Defesa Civil para que possa vir a esta casa. Da última vez ele falou que o problema não era recurso, mas quando eu vejo a informação que é só apenas R$ 4,5 milhões […] esse valor para a calamidade é muito pouco para o Amazonas”, finalizou o deputado.

— —

Fotos: Divulgação / Ilustração: Marcus Reis

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -