32.3 C
Manaus
sábado, fevereiro 24, 2024

Prefeitura de Coari vai gastar mais de meio milhão com o aluguel de carros de som

Os veículos serão usados para promover eventos realizados pelas secretarias municipais. Licitação foi homologada pelo procurador-geral do município, Alberto Simonetti, que estava como prefeito interino na oportunidade

Por

A Prefeitura de Coari pretende gastar mais de meio milhão com o aluguel de carros de som para realização de propaganda volante de eventos a serem realizados pelas secretarias do município. Em meio à pandemia e às restrições de aglomeração, Coari vai gastar R$ 756 mil com o serviço de aluguel de carros de som.

O contrato de homologação foi assinado no dia 16 de abril pelo procurador-geral do município, Alberto Simonetti que estava como prefeito, interinamente, de Coari na data. Pelo despacho de homologação, a empresa vencedora do processo licitatório foi a M de L Medeiros Transporte Eireli-ME – CNPJ nº 36.308.493/0001-79.

A empresa, conforme especifica um trecho do documento, será responsável pela “locação de carros de som de pequeno porte com condutor, visando atender as necessidades da Subsecretaria de Municipal Comunicação, pelo período de 12 (doze) meses, oriundo do Processo Administrativo nº 827/2021-PMC”.

O pagamento dos veículos será correspondente a hora usada para a propaganda volante. Pelo contrato, a empresa deve cumprir 21.600 horas, sendo cobrado R$ 35,00 por cada uma hora de publicidade. O custeio de combustível não está definido no contrato.

O Convergente entrou em contato com a assessoria de comunicação da Prefeitura de Coari para saber sobre a necessidade da contratação dos carros de som e o que teria motivado a ausência da prefeita interina da cidade Dulce Menezes (MDB) na data em que o contrato foi homologado, mas até o fechamento desta matéria não obteve retorno às demandas.

Prefeita em Manaus – No início desta semana, a prefeita interina de Coari, Dulce Menezes esteve em Manaus e visitou integrantes do Tribunal de Contas do Estado (TCU), que apura algumas denúncias de sua gestão no município, como a compra de combustível por mais de R$ 4 milhões.

No TCE, Dulce Menezes foi recebida pelo presidente do tribunal, o conselheiro Mário de Mello. Segundo informações do site da Prefeitura de Coari, a visita teve o objetivo de “reforçar a relação harmônica entre as instituições e levar ao conhecimento da corte, as informações sobre as políticas públicas que a Administração Municipal vem executando em todas as áreas, garantindo a transparência da gestão”.

— —
Por Izabel Guedes

CONFIRA O DOCUMENTO:

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -