26.3 C
Manaus
quarta-feira, julho 24, 2024

Aleam convoca sessão extraordinária para aprovar título ao ministro do Turismo, mas falta quórum para aprovar proposta

Estiveram presentes na sessão extraordinária, que durou pouco mais de 30 minutos, apenas os deputados Serafim Corrêa, Saulo Viana, Doutor Gomes, Carlos Bessa, Fausto Junior, Abdala Fraxe, João Luiz, Tony Medeiros e Delegado Péricles

Por

A ânsia em aprovar a cessão de mais um título de Cidadão do Amazonas para membros do governo do presidente, Jair Bolsonaro, fez a Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam) convocar às pressas uma sessão extraordinária nesta sexta-feira, 23/4. A sessão, convocada pelo presidente da casa Roberto Cidade (PV),  foi para aprovar o título em homenagem ao ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, porém não contou com quórum suficiente e precisou ser suspensa. Os deputados são remunerados normalmente pelas sessões extraordinárias.

A ausência dos deputados foi justificada pela passagem do presidente Jair Bolsonaro por Manaus para participar de um evento do governo do Estado e para receber o título de Cidadão do Amazonas, concedido pela Aleam. A sugestão de homenagear o ministro partiu dos deputados Delegado Péricles (PSL) e Saulo Viana (PTB), que participaram da sessão de forma remota. A Aleam mantém o sistema híbrido de sessões.

O presidente, que esteve no evento de inauguração da segunda etapa do Centro de Convenções do Amazonas Vasco Vasques, presidiu a sessão na Aleam antes de sair para o evento. Cidade já demostrava inquietação pela falta de deputados suficientes para aprovação de projetos no início da sessão. Ele chegou a fazer algumas ligações, mas não teve sucesso.

E após conversar com alguns parlamentares presentes na casa e olhar por várias vezes no painel de presença dos deputados, anunciou o cancelamento da sessão por falta de quórum.

“Eu gostaria de fazer, antes de começar a reunião, a conferência de quórum tendo em vista que no artigo 64, na reunião extraordinária, nós não temos o pequeno expediente e nem o grande expediente, temos apenas a ordem do dia. Mas como temos apenas dez deputados não temos como prosseguir a votação”, encerrou após conceder prazo de dez minutos para que se fizesse quórum.

Voz contrária – O deputado Serafim Correa (PSB) criticou tanto a pretensão de homenagear o ministro do Turismo como a convocação de sessão extraordinária de última hora.“Amanheci com a informação de uma Sessão Extraordinária na Aleam para votação de um outro título de cidadão. Dessa vez, ao ministro do Turismo, Sr. Gilson Machado Neto. Vou participar e já antecipo para vocês o meu voto: NÃO!”, criticou ele antes da sessão ser suspensa.

Estiveram presentes na sessão extraordinária, que durou pouco mais de 30 minutos, apenas os deputados Serafim Corrêa, Saulo Viana, Doutor Gomes (PSC), Carlos Bessa (PV), Fausto Junior (MDB), Abdala Fraxe (Podemos), João Luiz (Republicanos), Tony Medeiros ( PSD) e delegado Péricles.

— —

Por Izabel Guedes

FOTO: Divulgação/ ALEAM

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -